COMIDA
25/07/2018 11:21 -03 | Atualizado 25/07/2018 11:23 -03

Saladas com 'partículas de fezes' do McDonald's intoxicam centenas nos EUA

No Brasil, rede diz que caso ocorrido nos Estados Unidos foi isolado.

As doenças são resultado de um lote contaminado de alface de um dos fornecedores do McDonald's nos EUA.
Steve Parsons - PA Images via Getty Images
As doenças são resultado de um lote contaminado de alface de um dos fornecedores do McDonald's nos EUA.

Comer salada no McDonald's sempre foi visto como algo bem contraditório. Agora, os americanos têm mais uma razão para acreditar nisso.

Cerca de 163 pessoas em 10 estados dos EUA passaram mal após comerem saladas contaminadas com matérias fecais. Isso mesmo, partículas de fezes foram encontradas nas saladas da rede de fast-food em solo americano.

De acordo com o USA Today, a Food and Drug Administration informou que a infecção foi causada pelo parasita Cyclospora. A ciclosporíase é transmitida pelo parasita por meio da água ou alimentos contaminados por fezes e pode causar sérios problemas em indivíduos com sistemas imunológicos debilitados. Até o momento, 3 pessoas foram hospitalizadas.

As infecções são resultado de um lote contaminado de alface de um dos fornecedores do McDonald's em Streamwood, no estado de Illinois, de acordo com a companhia. "Já removemos o alface fornecido pela fábrica", disse em nota ao USA Today. "Muitos restaurantes já têm uma nova fornecedora de alface, enquanto esperamos que todos os restaurantes identificados também tenham nos próximos dias."

A questão continua a preocupar pois as substituições não impedem o surgimento de novos casos. A infecção leva pelo menos uma semana ou duas para mostrar os primeiros sinais. Em alguns casos, os sintomas aparecem depois de até seis semanas.

Os sintomas comuns são diarréia, perda de apetite, perda de peso, cólicas, náuseas e fadiga.

E no Brasil?

Procurada pelo HuffPost Brasil, a assessoria de imprensa do McDonald's assegurou que o caso ocorrido nos Estados Unidos foi isolado, "sem nenhuma relação com outros mercados, inclusive o brasileiro". A nota acrescenta:

""Informamos que o sistema McDonald's no Brasil utiliza os mais rigorosos processos de segurança alimentar existentes. Além disso, a empresa realiza controles de qualidade e rastreabilidade dos ingredientes desde a origem até a cozinha do restaurante que asseguram que os milhões de consumidores recebam alimentos livres de qualquer tipo de contaminação."