NOTÍCIAS
25/07/2018 11:36 -03 | Atualizado 27/07/2018 00:19 -03

Como os jogadores mais bem pagos do mundo investem suas fortunas

Além dos gastos com ostentação comuns no meio, atletas diversificam investimentos em restaurantes, hotéis e muito mais.

Lionel Messi e Cristiano Ronaldo investem grana em empreendimentos.
ROMAN KRUCHININ via Getty Images
Lionel Messi e Cristiano Ronaldo investem grana em empreendimentos.

Os altos salários pagos aos principais jogadores de futebol do mundo não são segredo para ninguém, tampouco o quanto alguns deles gastam em carrões, mansões, iates, relógios e outros artigos de luxo, temas comuns em postagens nas redes sociais.

O que talvez pouca gente saiba é que não somente de ostentação vivem os craques da bola. Muitos dos principais nomes do esporte, como Ronaldo Fenômeno, Cristiano Ronaldo, Messi e Kaká têm um lado empreendedor e mostram interesse em áreas sem qualquer ligação com o esporte.

Restaurantes, hotéis, agência de automóveis e construtoras estão entre os ramos escolhidos por jogadores — em atividade ou aposentados — para diversificar as aplicações.

Conheça, a seguir, alguns atletas que costumam investir parte da fortuna fora do futebol, interessados em ter uma carreira para seguir quando o físico não permitir mais que corram atrás da bola.

Diego Tardelli

O ex-atacante do Atlético-MG, hoje no futebol chinês, já passou por clubes como Flamengo e São Paulo, mas parece disposto a fincar raízes na capital mineira quando se aposentar.

Reprodução/YouTube
Diego Tardelli quer fincar raízes em BH quando parar de jogar.

O jogador é sócio de uma filial do famoso restaurante Paris 6, inaugurado em 2017 em um dos shoppings de Belo Horizonte.

Gilberto Silva

Yuri Smityuk via Getty Images
Gilberto Silva, assim como Tardelli, escolheu BH para investir.

Campeão do mundo com a Seleção Brasileira na Copa de 2002, o ex-meio-campista do Atlético-MG e do Arsenal, da Inglaterra, investiu parte de seus ganhos em uma construtora em Belo Horizonte e é sócio do Lagoa Flat Hotel.

Kaká

Divulgação
Kaká é sócio do cantor Thiaguinho no Soul Sports Bar, do Itaim Bibi.

Aposentado recentemente após passagens brilhantes por São Paulo, Real Madrid, Milan e Seleção Brasileira, o ex-meio-campista Kaká é sócio do famoso canal de YouTube Desimpedidos e do Soul Sports Bar, que fica na região do Itaim Bibi em São Paulo, capital.

Edmundo

Jorge Bispo/Divulgação

O ex-jogador de Vasco e Palmeiras, hoje comentarista de TV, foi um dos sócios da plataforma Futbiz, que funcionava como cadastro para jogadores que buscavam oportunidade no mercado do futebol. Atualmente é dono de casas de show no Rio de Janeiro.

Marcos

Divulgação
Marcos lançou recentemente a própria marca de cerveja.

O ex-goleiro do Palmeiras é dono de sua própria marca de cerveja artesanal e também investiu parte do dinheiro acumulado nos tempos de glória em uma agência de automóveis no bairro da Pompeia, em São Paulo.

Ronaldo Fenômeno

Divulgação
Depois do fim da 9ine, Ronaldo Fenômeno virou sócio da Octagon, e administra carreira de Gabriel Jesus.

O ex-goleador da Seleção Brasileira hoje divide o tempo em esporádicas participações como comentarista na TV Globo e a administração de inúmeros negócios. Entre eles, destaca-se a Octagon, voltada ao marketing esportivo e ao gerenciamento da carreira de jovens jogadores, como Gabriel Jesus.

Lionel Messi

Divulgação
Restaurante de Messi é em Barceona, lar do craque.

O astro do Barcelona é dono de um restaurante na cidade catalã e de um hotel de 77 quartos, também em Barcelona. O hotel adquirido por Messi é o MiM, construído em 2013, e que tem diárias partindo de R$ 900.

Cristiano Ronaldo

AI Project / Reuters
Cristiano Ronaldo investe parte dos milhões em restaurantes e hotéis.

A rivalidade com o argentino Messi em campo existe também fora dele, pois o português é outro craque a investir no ramo de restaurantes e hotéis.

O craque do Real Madrid é dono da rede hoteleira Pestana CR7, que tem unidades em Lisboa e na Ilha da Madeira, além do restaurante Casa Aveiro by Dolores, inaugurado em Gramado, no Rio Grande do Sul, neste mês de julho.