ENTRETENIMENTO
24/07/2018 13:26 -03 | Atualizado 24/07/2018 15:39 -03

100 mulheres que estão revolucionando a música pop, segundo a revista Paper

Janelle Monáe, Tove Lo, Azealia Banks, MØ e muito mais.

Montagem/Reprodução/Instagram
Janelle Monáe, Tove Lo, Azealia Banks, MØ são quatro das 100 artistas listas pelas revista americana Paper.

Janelle Monáe lançou em abril um dos mais poderosos álbuns pop dos últimos anos, Dirty Computer. Azealia Banks transforma drama em arte e lança continuamente músicas versáteis para gays, garotas, exposições de arte, para a passarela e para os clubes. Já a dinamarquesa é um camaleão criativo, dona de sons ousados, nervosos e românticos.

Essas são algumas definições da revista americana Paper sobre três das 100 mulheres que estão revolucionando a música pop. Referência na abordagem de tendências, a publicação divulgou uma lista de artistas em ascensão que estão ajudando a redesenhar esse que é um dos mais lucrativos segmentos musicais.

A lista com detalhes da biografia de cada uma dessas mulheres é uma resposta Ao resultado de um estudo da Universidade da Califórnia do Sul, nos EUA, sobre indústria da música realizado em 2017.

"Ficamos tão horrorizados quanto você quando a Iniciativa de Inclusão Annenberg, da Universidade da Califórnia do Sul (USC), divulgou suas estatísticas anuais sobre inclusão na indústria musical. As descobertas da USC foram infelizes: em 2017, a pesquisa mostrou que os homens estavam dominando a música pop", diz o texto da revista criada há mais de 30 anos.

E segue: "As mulheres representaram apenas 16,8% dos artistas populares nas paradas de sucesso. Foi a porcentagem mais baixa em seis anos, mostrando como as mulheres são empurradas para as margens ou excluídas do processo criativo na produção musical."

"Para combater essa estatística sombria, descobrimos que na verdade não precisávamos procurar muito para achar exemplos fortes de mulheres na esfera pop -- abrangendo a diversidade estilística que inclui gêneros como R & B, hip-hop e eletrônica - que estavam ultrapassando fronteiras e agitando a indústria com sua arte", finaliza.

Veja a lista completa no site da revista Paper.

No player abaixo, você ouve uma playlist com músicas das 100 artistas listadas:

E por falar em Paper, Pabblo Vittar é a artista que estampa a capa da nova edição da revista.

Além de um ensaio exclusivo, a drag brasileira também concedeu uma entrevista para a cantora britânica Charli XCX - que integra a lista de 100 cantoras revolucionárias - com quem gravou a música I Got It.

Em um dos trechos da entrevista, Pabblo ressaltou sua ligação com a comunidade LGBT no Brasil.

"Se eu pudesse ter escolhido onde nasci, eu teria escolhido nascer aqui de qualquer maneira, porque as pessoas LGBTQ+ no Brasil são muito fortes. Não quero dizer que a comunidade não seja forte em outros lugares, mas aqui temos um trabalho a fazer: nos unir como pessoas."