NOTÍCIAS
15/07/2018 14:25 -03 | Atualizado 16/07/2018 09:34 -03

Pussy Riot se diz responsável pela invasão no campo na final da Copa do Mundo

Coletivo reclama de falta de expressão no país.

Dois homens e duas mulheres invadiram o campo no meio do jogo.
JEWEL SAMAD via Getty Images
Dois homens e duas mulheres invadiram o campo no meio do jogo.

O grupo feminista russo Pussy Riot assumiu a autoria da invasão no campo no meio da partida entre França e Croácia na final da Copa do Mundo. Os invasores, dois homens e duas mulheres, estavam vestidos de policiais e andaram pela metade do campo.

Em publicação no Facebook, o coletivo, que também é uma banda de punk, disse que as roupas foram escolhidas em crítica à polícia russa.

De acordo com o Pussy Riot, a rotina russa é bem diferente do que foi vista no Mundial. Os policiais, segundo o grupo, "perseguem prisioneiros políticos" e mostram "desprezo pelas regras".

O Pussy Riot reclama de falta de liberdade de expressão no país e também pede a liberação de presos como o cineasta Oleg Sentsov.

O presidente da Rússia, Vladimir Putin, estava no estádio, em Moscou, e presenciou todo protesto.

Imagem do jogo 💚 #pussyriot #feminist #abortolegal #abortoseraley

Uma publicação compartilhada por Mayra Cotta (@mayracotta) em