POLÍTICA
08/07/2018 12:52 -03 | Atualizado 09/07/2018 09:03 -03

Desembargador do TRF-4 manda soltar o ex-presidente Lula

Na decisão, o desembargador Rogério Favreto pede que o ex-presidente seja liberado ainda neste domingo (8).

Lula está preso desde o dia 7 de abril na Polícia Federal, em Curitiba.
Stringer . / Reuters
Lula está preso desde o dia 7 de abril na Polícia Federal, em Curitiba.

O desembargador plantonista Rogério Favreto, do TRF-4 (Tribunal Regional Federal da 4ª Região), determinou que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva seja solto ainda neste domingo (8).

A decisão é resultado da análise de um pedido de habeas corpus apresentado por deputados do PT na sexta-feira (6).

"Cumpra-se em regime de URGÊNCIA nesta data mediante apresentação do Alvará de Soltura ou desta ordem a qualquer autoridade policial presente na sede da carceragem da Superintendência da Policia Federal em Curitiba, onde se encontra recluso o paciente", diz trecho do documento.

Mesmo com críticas, ele manteve a determinação de soltura de Lula. Em despacho, o juiz federal Sérgio Moro afirmou que o desembargador plantonista não tem competência para tomar uma decisão que se sobrepõe ao colegiado e ao Supremo Tribunal Federal.

"Reitero a ordem exarada e determino o IMEDIATO cumprimento da decisão, nos termos da mesma e competente Alvará de Soltura expedido", diz trecho da segunda decisão.

Favreto é conhecido por ser crítico à Operação Lava Jato. Ex-filiado ao PT, ele foi o único que votou a favor de que fosse instaurado um processo disciplinar contra o juiz Sérgio Moro.

Lula está preso desde 7 de abril na Polícia Federal, em Curitiba, onde cumpre pena de 12 anos e 1 mês por corrupção passiva e lavagem de dinheiro no caso do tríplex de Guarujá (SP). O ex-presidente nega que tenha recebido o imóvel como propina e se diz preso político.