COMIDA
06/07/2018 10:19 -03 | Atualizado 06/07/2018 10:19 -03

Batata frita veio da Bélgica ou da França? A curiosa história do petisco que ganhou o mundo

Apesar de os belgas se orgulharem de suas famosas fritas, elas foram traduzidas para o inglês como "french fries", ou "batatas francesas". Mas, por quê?

NehaAurangabadkar via Getty Images
Belgian Fries with Andalouse Sauce - Deep Fried Snack/Street Food/Belgium

Crocantes, salgadinhas e deliciosas. Quem resiste à batata frita?

O quitute famoso em todo o mundo tem, porém, uma grande rixa em sua história. Apesar da fama das fritas vir da Bélgica, o prato é chamado de "french fries" em inglês, o que significa "batata francesa", em tradução livre. Afinal, quem inventou nossas aclamadas batatas fritas?

Os belgas juram de pé junto que as famosas fritas foram inventadas em seu país. De acordo com a lenda, camponeses que moravam ao longo do rio Meuse tradicionalmente comiam peixe frito, pescados na região. Em um inverno rigoroso, o frio congelou o rio e os aldeões resolveram fazer pequenas esculturas de peixes com as batatas e, depois, fritá-las.

O prato foi descoberto por soldados americanos na Bélgica durante a Primeira Guerra Mundial e, como a língua dominante do sul da Bélgica é o francês, eles apelidaram a deliciosa invenção de "french fries".

"Os belgas amam batata frita, mas não há nenhuma pesquisa científica sobre o assunto recentemente", disse o professor Pierre Leclerc, da Universidade de Liège, na Bélgica.

Por outro lado, a França diz que as batatas fritas já eram vendidas na década de 1780 por comerciantes na Pont Neuf, a ponte mais antiga de Paris que atravessa o rio Sena.

Mas, estes podem não ser os únicos candidatos a inventores da batata frita. Segundo o site do canal National Geographic, os espanhóis foram os primeiros europeus a encontrar batata sul-americana.

A primeira menção escrita da batata foi achada em um livro de memórias das experiências de Pedro Cieza de Leon, o jovem historiador espanhol, famoso por desbravar e descrever o Peru e o povo Inca. Em 1553, seu livro descreveu a batata, uma das principais comidas dos Incas, como uma "espécie de noz da terra".

As batatas foram trazidas para a Espanha e pesquisadores acreditam que elas foram servidas fritas, já que fritar em óleo era uma tradição da culinária espanhola na época. O resultado final, porém, não era nem um pouco parecida com as batatinhas que comemos hoje. Provavelmente eram fritas inteiras, sem cortes, ou em formato redondo, parecidas como bola de golfe.

Seja qual foi o país inventor, é fato que a batata frita é símbolo da Bélgica, onde pode ser encontrada nos carrinhos de rua até nos restaurantes mais sofisticados do país.

Francis Hammond via Getty Images

"No final das contas, não nos importamos de onde elas vieram. O que conta é o que foi feito com elas", enfatiza o pesquisador da cultura belga, Roel Jacobs. "Os franceses e os belgas tomaram diferentes caminhos. Na França, as fritas normalmente acompanham as carnes, enquanto os belgas as comem sozinhas mesmo, com bastante molho."

De fato, uma das atrações turísticas mais famosas da Bélgica é a tal da batata belga, servida em uma embalagem em formato de cone, com bastante molho. No país conhecido por sua excelência cervejeira e pelos deliciosos chocolates, a batata frita não perde sua majestade.

"Nós belgas fizemos das batatas fritas uma comida nobre, muito mais do que apenas vegetais", diz o chef Albert Verdeyen. "Acima de tudo, dominamos melhor do que ninguém a arte de cozinhar duas vezes, para que as batatas fritas sejam douradas e crocantes por fora, macias por dentro."