NOTÍCIAS
05/07/2018 08:05 -03 | Atualizado 05/07/2018 08:05 -03

A Copa de Neymar: Craque brasileiro já deixou Zico, Romário e Garrincha para trás

Camisa 10 chegou aos 6 gols e entrou no top 10 dos principais artilheiros da Seleção em Mundiais.

Comemora, Neymar! Camisa 10 está voando na Copa e quebrando recordes.
EMPICS Sport
Comemora, Neymar! Camisa 10 está voando na Copa e quebrando recordes.

Neymar continua fazendo história na Copa da Rússia e escrevendo seu nome com a camisa da Seleção Brasileira.

O gol marcado na vitória por 2 a 0 sobre o México, que classificou a equipe às quartas de final da competição, decretou um novo marco na carreira do camisa 10.

Neymar, que já havia balançado as redes contra a Sérvia, chegou a 6 gols em Copas - contando os que marcou na edição de 2014 - e deixou três verdadeiros "monstros" do futebol brasileiro para trás: Zico, Romário e Garrincha, todos com 5.

Os gols dos ídolos

Zico, que disputou 3 Copas do Mundo, mas não venceu nenhuma, marcou 1 gol na Argentina, em 1978, 4 na Espanha, em 1982, e nenhum no México, 4 anos mais tarde.

S&G and Barratts/EMPICS Sport
Garrincha marcou um gol na Copa de 66 contra a Bulgária e se pendurou na rede para comemorar.

Garrincha, um dos melhores jogadores da história do futebol mundial tem 3 Copas disputadas e 2 títulos no currículo. O "Mané" não marcou gols na conquista da taça em 1958, mas fez 4 no bicampeonato em 1962 e mais 1 na campanha de 1966, na Inglaterra.

Romário, terceiro ídolo deixado para trás por Neymar, fez todos os seus 5 gols em uma mesma edição: na campanha do tetra na Copa de 1994 que, para muitos, o Baixinho "ganhou sozinho". Em 1990, Romário jogou, mas não balançou as redes.

Top 10

Além de deixar velhos ídolos para trás, Neymar passou a integrar um seleto grupo na Seleção Brasileira. Com os 2 gols marcados na Rússia, o camisa 10 se tornou o 9º maior goleador do Brasil em Copas, ao lado de Bebeto e Rivellino.

ullstein bild via Getty Images
Ronaldo "Fenômeno" lidera com folga artilharia da Seleção em Copas... Mas Neymar está chegando.

À frente do craque do PSG ainda restam Ronaldo (15 gols), Pelé (12), Jairzinho (9), Ademir Menezes (9), Vavá (9), Rivaldo (8), Leônidas da Silva (8) e Careca (7).

Pelé que se cuide

Além de entrar no top 10 das Copas, Neymar caminha a passos largos para ser o maior artilheiro da História da Seleção.

Com o gol marcado na segunda-feira diante do México, o craque chegou aos 57 pela Seleção, 20 atrás de Pelé, o principal goleador até hoje. Ronaldo "Fenômeno" tem 62 e Romário, 56.