COMPORTAMENTO
29/06/2018 15:08 -03 | Atualizado 29/06/2018 15:10 -03

Este pai resolveu fazer vídeos para mostrar o que é a paternidade negra

O YouTuber Glen Henry quer que as pessoas “enxerguem os homens negros não como figuras que metem medo”.

YouTube

Glen Henry é um pai que cuida de seus três filhos em casa e enfrenta o estigma habitual ligado ao fato de ser um pai que abraça seu papel de paizão.

"As pessoas não falam por mal, mas dizem coisas tipo 'Oh, Papai não dá conta de tudo' ou 'você parece estar sobrecarregado'", ele contou ao HuffPost. "Sabe como. Coisas que significam: 'Está na cara que o senhor assumiu um encargo que vai além de suas possibilidades. Onde está a mãe?"

Mas Henry, que além de pai é rapper conhecido por seu nome artístico Beleaf Melanin, tem orgulho de seu papel. Ele compartilha abertamente sua vida como pai em seu canal próprio no YouTube, "Beleaf in Fatherhood". Ele e sua esposa, Yvette, aparecem nos vídeos ao lado de seus três filhos, de 5 anos, 4 anos e 16 meses de idade. Os três pequenos são conhecidos como os "bebês de chocolate" e têm mais de 8.000 seguidores no Instagram.

Através de seu canal e como embaixador da campanha do YouTube Creators for Change (Criadores em favor da Mudança), Henry quer transformar a visão que outras pessoas têm da paternidade, especialmente da paternidade negra.

"Quero ajudar as pessoas a enxergar os homens negros não como figuras que metem medo", ele disse. "Vemos muitas mortes, muitas coisas que acontecem porque alguém teme por sua vida ou sua segurança simplesmente porque as pessoas negras existem, porque as pessoas negras se congregam. Por exemplo, pessoas negras numa reunião com comida. Ou, você sabe, um rapaz negro foi abatido a tiros o outro dia. Essas coisas acontecem porque as pessoas sentem medo daquilo que não entendem."

Um dos vídeos de Henry, postado em julho de 2017, é intitulado "Why Am I Black?" (Por que eu sou negro?). O vídeo mostra os dois filhos do rapper, Theo e Uriah, discutindo se são negros ou castanhos.

O papo entre os irmãos levou a uma discussão importante em família sobre raça, melanina e a cor da pele deles e de seus amigos. Henry descobriu em pouco tempo que o vídeo também servia para outros pais deslancharem conversas.

"Um de meus amigos brancos assistiu ao vídeo e me disse: 'Eu jamais teria pensado em falar disso com meu filho se a gente não tivesse assistido ao vídeo. Se não fosse assim, não sei como esses assunto poderia ter sido abordado entre nós.'"

Perguntado se tem conselhos a oferecer a outros pais que têm dificuldade em compartilhar com seus filhos essas mensagens importantes sobre raça e privilégio, Henry sugeriu que, na maioria dos casos, o melhor a fazer é atacar os assuntos frontalmente.

"Vocês podem perguntar: 'Ei, esses são nossos amigos. Eles têm a aparência diferente da nossa?'", ele recomendou. "Os pais podem não estar pensando nisso, mas algumas crianças estão pensando nisso, sim. Se você não levar esse papo com seus filhos, estará autorizando outra pessoa a fazê-lo."

Glen henry curte especialmente colaborar com sua mulher ("ela é a maior!", ele comenta) para encarar essas discussões como equipe e também produzir conteúdos divertidos. Alguns dos vídeos deles que fizeram maior sucesso incluem um em que Henry coloca seus filhos para fazer um teste com detector de mentiras e outro em que os baixinhos ficam irritando um aparelho Google Home.

YouTube
Henry said he's heard from white friends in his circle that his videos have helped their families approach conversations about race and other topics.

É claro que, quando se trata de tentar levar as pessoas a mudar de opinião, servir de guia a outros pais e até se abrir com a internet em relação à família dele, tudo isso gera pressão, mas Glen Henry não foge do desafio – pelo contrário. Ele adora ser um pai que cuida dos filhos em casa, embora isso sem dúvida alguma seja "realmente difícil" e o obrigue a de vez em quando colocar a música de lado, mesmo incorporando música original em seus vídeos.

"O maior palco que vou pisar na vida é a sala da minha casa, diante de meus filhos, e não o palco de algum clube", ele disse.

Tendo em sua lista de realizações um livro infantil que ele escreveu e publicou por conta própria, uma palestra TED e uma participação em um comercial da Pampers ao lado do cantor John Legend, Henry já fez muito no espaço da paternidade. Os próximos focos de sua atenção são seu papel como embaixador da Creators for Change e sua meta de criar mais conteúdo para crianças no YouTube.

"Quero lançar um canal para crianças, para que esses canais infantis tenham mais espaços negros, mais rostos negros", ele disse.

*Este texto foi originalmente publicado no HuffPost US e traduzido do inglês.