MUNDO
19/06/2018 17:12 -03 | Atualizado 19/06/2018 17:13 -03

Crianças são separadas dos pais em centros de detenção para imigrantes nos EUA

A intensificação da política de "tolerância zero" da administração Trump resultou em milhares de pessoas detidas em celas.

Departamento de Alfândega e Proteção de Fronteiras.
Crianças imigrantes são separadas dos pais em fronteiras dos EUA.

O departamento de Alfândega e Proteção de Fronteiras dos Estados Unidos divulgou fotos de um centro de detenção de imigrantes onde eles estão sendo mantidos dentro de celas de metal.

A unidade de regulamentação de imigrantes em McAllen, no Texas, também conhecida como Ursula, está abrigando mais de 1.100 pessoas atualmente, segundo a The Associated Press, que visitou o centro no último fim de semana. Porém, não foi permitido aos repórteres tirar suas próprias fotos ou entrevistar os detidos.

Uma vez que os imigrantes são processados por entrarem ilegalmente no país, as crianças - separadas de seus pais - são enviadas para as instalações do Departamento de Saúde e Serviços Humanos americanos. Os adultos irão para os centros de detenção.

A intensificação da política de "tolerância zero" da administração Trump resultou em milhares de pessoas esperando por uma resposta para a sua situação dentro dos centros de detenção ao longo da fronteira. E, em nome de impedir que mais pessoas entrem no país, o governo está separando as crianças de seus pais.

Diante da repercussão, o presidente Donald Trump, na segunda-feira (18), culpou os democratas pela frágil segurança nas fronteiras. Trump repetidamente tentou culpar o partido de oposição por uma política que foi de sua gestão e que está deixando milhares de crianças sem os pais.

Veja fotos de como como é a instalação de McAllen:

Departamento de Alfândega e Proteção de Fronteiras.

Aqui, as famílias são retratadas juntas, embora a administração Trump tenha separado quase 2.000 crianças de seus pais desde que a política de "tolerância zero" entrou em vigor.

Departamento de Alfândega e Proteção de Fronteiras.

As crianças dormem no que parece ser uma área cercada e separada. Estruturas semelhantes à celas se abrem para áreas comuns com banheiros, de acordo com a AP.

Departamento de Alfândega e Proteção de Fronteiras.

As pessoas esperam em fila de fora de uma das celas.

Departamento de Alfândega e Proteção de Fronteiras.

As luzes do teto ficam ligadas 24 horas por dia, de acordo com a AP.

*Este texto foi originalmente publicado no HuffPost US e traduzido do inglês.