NOTÍCIAS
20/06/2018 10:29 -03 | Atualizado 20/06/2018 10:29 -03

Balanção da 1ª rodada da Copa da Rússia: Favoritos patinam e só a França se salva

Brasil, Argentina, Alemanha e Espanha ficaram devendo futebol na estreia.

Anadolu Agency via Getty Images
Gabriel Jesus ficou devendo no primeiro jogo da Seleção Brasileira na Copa.

Terminada a primeira rodada da Copa da Rússia, não há mais espaço para a manjada desculpa de que "o nervosismo da estreia atrapalhou", normalmente usada pelos jogadores das seleções que não conseguiram um bom resultado dentro de campo.

E a falta de bons resultados foi o que deu o tom na estreia de quase todas as seleções consideradas favoritas ao título mundial por boa parte da imprensa especializada e dos torcedores.

Das seis rotuladas como mais fortes – Alemanha, Argentina, Brasil, Espanha, França e Portugal -, apenas uma fechou a primeira rodada da Copa comemorando a conquista dos três pontos, provenientes de uma vitória: a França.

A geração comandada por Mbappe passou sufoco, mas conseguiu vencer a Austrália por 2 a 1, em jogo que contou com a decisiva participação do VAR (árbitro de vídeo), ao informar a ocorrência de um pênalti que havia sido ignorado pelo juiz de campo.

As maiores decepções ficaram por conta da Alemanha e, claro, da Seleção Brasileira. Atuais campeões mundiais, os germânicos entraram em campo com status de favoritos contra o México, mas abusaram do direito de perder gols e saíram de campo derrotados: 1 a 0.

Decepção verde-amarela

Anadolu Agency via Getty Images
Marcelo admitiu frustração, mas não considerou empate de todo o mal para a Seleção.

A Seleção Brasileira, por sua vez, decepcionou os milhões de torcedores em todo o País ao não passar de um empate contra a Suíça em Rostov: 1 a 1. Apesar de o resultado ter tido participação decisiva do árbitro mexicano Cesar Ramos, não dá para tapar os olhos para os erros de posicionamento defensivo e para a ineficácia ofensiva apresentada pelos comandados de Tite.

"Em Copa do Mundo o importante é não perder. Tem mais 2 jogos para poder jogar bem e ganhar. A gente queria vencer, mas um empate pode ser bom no futuro", argumentou o lateral Marcelo, escolhido por Tite como capitão da equipe no empate contra os suíços, tentando minimizar o evidente tropeço.

Cristiano Ronaldo eleva patamar de Portugal

Hannah Mckay / Reuters
Cristiano Ronaldo: 3 gols e atuação exuberante colocaram Portugal em um novo patamar.

A Espanha, que fecha o quarteto de principais favoritas ao troféu, chegou a virar o jogo contra Portugal, mas não esperava pela atuação iluminada de Cristiano Ronaldo. Autor dos três gols que decretaram o empate por 3 a 3, o português conseguiu elevar o status lusitano, agora integrante do grupo de seleções que também brigarão pelo título.


Fechando o rol de favoritas, a Argentina também decepcionou. Com Lionel Messi apagado, e ainda desperdiçando uma cobrança de pênalti, os vice-campeões mundiais de 2014 ficaram no empate diante da estreante e simpática Islândia. O 1 a 1 obriga os Hermanos a buscarem a recuperação diante da Croácia, na quinta-feira (21), já que os europeus estrearam batendo a Nigéria.