ENTRETENIMENTO
19/06/2018 12:49 -03 | Atualizado 19/06/2018 16:37 -03

7 detalhes de 'Apeshit', clipe de Beyoncé e Jay-Z, que talvez você tenha perdido

Os Carter chegaram com tudo no primeiro videoclipe do disco surpresa.

Beyoncé e Jay-Z nunca fazem as coisas do jeito tradicional, e no fim de semana eles surpreenderam os fãs com um disco inesperado: Everything is Love.

No meio da turnê mundial On The Run II, o casal fez um show em Londres no sábado à noite e mencionou casualmente no fim da apresentação que, ao sair do estádio, os fãs poderiam ouvir nove músicas novas no serviço de streaming Tidal - liberadas nas demais plataformas de streaming nesta segunda (18).

Além do disco, o casal também lançou um videoclipe incrível de uma das músicas, Apeshit. Dirigido por Ricky Saiz, o clipe foi filmado no Louvre, em Paris, e mostra algumas das obras de arte mais famosas do museu.

O clipe é um verdadeiro banquete para os olhos, cheio de detalhes escondidos. Eis aqui sete coisas que podem ter passado despercebidas...

1. O significado da locação

O fato de que Apeshit foi gravado no Louvre é, obviamente, incrível (ver a sala da Mona Lisa completamente vazia, sem a multidão de pessoas tirando fotos do quadro mais famoso do mundo, já é motivo suficiente para assistir o clipe.)

Mas a escolha da locação é ainda mais impressionante quando você considera o significado de duas figuras negras poderosas num espaço tão icônico, que, como muitos observaram, costuma ignorar a arte feita por -- e que mostra -- pessoas de cor...

"O fato de Beyoncé ter alugado o Louvre, que tem principalmente arte branca, e tê-lo enchido de negros (as dançarinas, ela mesma e Jay Z etc) realmente mostra como os negros "existem" apesar de os pintores e os quadros tentarem excluí-los da história. Amamos a excelência negra!"

"Beyoncé já fodeu com os espaços, do intervalo do Super Bowl a CMA e Coachella e AGORA A PORRA DO LOUVRE gritando #Apeshit com todas as suas forças!!! Que maravilha estar vivo! é desobediência civil e é brilhante!!!! #EverythingIsLove"

Museus costumam excluir ou negar narrativas negras, então beyonce e marido filmando o video no Louvre é poderoso

"Nem sou fã de Beyoncé, mas como não respeitar como ela é etérea, ela alugou o Louvre e mostrou a pura excelência negra em uma indústria dominada pelos brancos. RESPEITO"

"Tanta coisa cool sobre Apeshit, de Beyonce e Jay-Z, o mais importante sendo dois negros multimilionários alugando o Louvre e o enchendo de figuras negras e marrons em meio a artefatos históricos dominados por rostos brancos."

2. A Mona Lisa

Uma das cenas mais memoráveis de "APESHIT" mostra Beyoncé e Jay-Z na frente da Mona Lisa.

Mas você pode ter esquecido que o casal foi alvo de um meme em 2014 quando compartilhou fotos de uma viagem a Paris que incluiu o Louvre. A mais famosa delas mostrava os dois diante de - adivinhou - a Mona Lisa (na época do Buzzfeed disse que poderia ser a "melhor foto da nossa geração... ou qualquer geração", o que agora parece meio dramático).

Beyonce

3. A posição de Beyoncé na frente da Coroação de Napoleão

Em outro momento icônico do clipe, Beyoncé e as dançarinas fazem uma coreografia na frente de um quadro gigante mostrando a coroação de Josefina.

Dada a proeminência de Napoleão no colonialismo francês, fãs da cantora mais uma vez aplaudiram a decisão de celebrar sua identidade racial com o quadro de fundo, especialmente quando se considera que a posição de Beyoncé na frente da obra faz parecer que na verdade é ela quem está sendo coroada.

"Não consigo superar a imagem de Beyoncé alinhada com Josefina para que pareça que Beyoncé é que está sendo coroada."

"Vou precisar de 20 000 palavras pra já sobre o simbolismo de Beyoncé dançando na frente da coroação da imperadora Josefina"

"No vídeo de "Apeshit", de #EverythingIsLove, aparece a coroação de Napoleão, em que Napoleão coroa sua imperadora e esposa Josefina. Repare como Beyoncé está exatamente no lugar de Josefina. Realeza autocoroada no Louvre, que era um palácio real."

"Na frente de arte clássica europeia (coroação de Napoleão). Mulheres negras em formação sendo donas do espaço e de si mesmas, juntas, gloriosa e lindamente. Elas não precisam de ninguém para coroá-las, elas mesmas se coroam. Beyoncé visionária."

O fato de que todas as dançarinas estão vestindo roupas em tons de "nude" que correspondem aos seus tons de pele também foi elogiado.

4. 'Virgem'

Essa talvez seja mais óbvia, mas essa imagem vai interessar que gosta de astrologia. Beyoncé nasceu no dia 4 de setembro e portanto é do signo de virgem.

Vevo

Essa não é a primeira vez que ela faz referência ao signo em sua arte: em Dangerously in Love, seu disco de estreia, ela foi coautora de Gift from Virgo (presente de virgem).

5. A Vênus de Milo

Muito já se escreveu nos últimos dois anos sobre o relacionamento entre Beyoncé e Jay-Z e sobre as acusações de infidelidade contidas em Lemonade.

Mas a mensagem geral de Everything is Love sugere que eles estejam prontos para deixar tudo isso para trás, especialmente quando aparecem de mãos dadas na frente da deusa do amor.

Vevo

6. Homens ajoelhando

Como dissemos, o clipe está cheio de mensagens políticas e sociais sutis. Mas uma das mais explícitas aparece no fim do vídeo, quando um grupo de homens negros aparece ajoelhando. É uma referência aos jogadores profissionais de futebol americano, que começaram uma onda de protestos ajoelhando durante a execução do hino americano em 2016 como forma de protesto contra a violência policial.

Vevo

A imagem aparece enquanto Jay-Z fala de ter recusado a proposta de aparecer no show do intervalo do Super Bowl, dizendo: "Diga para a NFL (liga profissional de futebol americano) que também fazemos shows em estádios)".

A NFL anunciou no ano passado que vai multar os times cujos jogadores se ajoelhem durante o hino, decisão criticada nas redes sociais.

7. A segunda aparição da Mona Lisa

A obra mais famosa de Da Vinci volta no fim do clipe, numa cena em que a dançarina Jasmine Harper está penteando o cabelo de Nicholas $lick Stewart.

A contradição dessa cena comum na frente da Mona Lisa provou ser especialmente pungente para quem viu o clipe:

"Os Carter tornaram possível uma mulher negra penteando o cabelo de um homem negro no Louvre, na frente da Mona Lisa de Leonardo Da Vinci. Isso é histórico. Tem camadas. É arte importante."

"Jayz e Beyoncé colocaram um casal negro ajeitando um Afro na frente da Mona Lisa.... obrigado"

"Desembaraçando um Afro com um AfroPik na frente da Mona Lista.... a risada de pura alegria que emanou de mim! Meu Deus, amoooooooooooooo"

O casal claramente queria que essa imagem tivesse destaque, pois ela também aparece na capa de Everything is Love. Na foto fica mais fácil perceber que o cabo do pente é uma saudação Black Power.

"DISCO NOVO LANÇADO!!!! ESTOU SEM PALAVRAS.... @dance10jasmineh e eu estamos na capa do disco de Jayz Beyonce"