NOTÍCIAS
17/06/2018 16:54 -03 | Atualizado 17/06/2018 17:48 -03

Árbitro mexicano atrapalha, e Brasil só empata com Suíça em estreia na Copa da Rússia

Cesar Ramos, de 36 anos, apitou derrota do Grêmio para o Real Madrid no último Mundial de Clubes.

Árbitro mexicano foi personagem negativo da estreia da Seleção Brasileira na Copa da Rússia.
Jason Cairnduff / Reuters
Árbitro mexicano foi personagem negativo da estreia da Seleção Brasileira na Copa da Rússia.

Cesar Ramos. Esse é o nome do personagem responsável por frustar milhões de brasileiros que esperavam ansiosos por uma vitória da Seleção Brasileira sobre a Suíça neste domingo (17), em jogo que marcou a estreia das duas equipes na Copa da Rússia.

O árbitro mexicano, de 36 anos, ignorou uma falta clara de Zuber em cima de Miranda após cobrança de escanteio, e permitiu ao camisa 4 decretar o empate por 1 a 1 no duelo disputado na Arena Rostov.

Ramos foi alertado insistentemente pelos defensores brasileiros para que solicitasse o auxílio do VAR (árbitro de vídeo), já utilizado, com êxito, em outras duas partidas do Mundial - vitória da França sobre a Austrália e derrota do Peru para a Dinamarca.

O mexicano ignorou os apelos e mandou a Seleção Brasileira colocar a bola no centro de campo para recomeçar a partida.

Darren Staples / Reuters
Jogadores brasileiros pedem para o árbitro observar lance em vídeo, mas são ignorados.

Pênalti não marcado

Além do gol suíço, Cesar Ramos impediu a possibilidade de o Brasil deixar o gramado com a vitória em outro lance bastante claro.

Na jogada em questão, o atacante Gabriel Jesus foi puxado dentro da área pelo rival. Pênalti claro, novamente ignorado pelo mexicano, que optou por não solicitar o auxílio da tecnologia.

Cesar Ramos está estreando em Copas do Mundo. O principal jogo do currículo do apitador mexicano é a final do Mundial de Clubes de 2017 entre Grêmio e Real Madrid, vencida pelo time espanhol.

Histórico de confusões

O mexicano é figurinha carimbada no mundo do futebol e tem a curta carreira cercada por polêmicas. O árbitro foi determinante para a classificação da Costa Rica para a Copa da Rússia, ao assinalar 6 minutos de acréscimo no duelo contra Honduras.

O gol que garantiu a classificação do próximo rival do Brasil na Copa aconteceu no último minuto do duelo e o resultado eliminou os Estados Unidos da competição.

Em 2017, durante uma partida entre Vera Cruz e León Clausura, pelo Campeonato Mexicano, Michel Orozco mandou o rival Hirving Lozano direto para o hospital, mas o agressor recebeu somente cartão amarelo do apitador.

Explosão de alegria: 1 a 0

Polêmicas à parte, a torcida brasileira teve um momento de imensa alegria aos 20 minutos do primeiro tempo, no momento em que Philippe Coutinho, em seu lance característico, acertou um lindo chute a abriu o placar.

Frustração: 1 a 1

O balde de água fria para os brasileiros aconteceu aos 4 minutos da etapa final, quando Zuber aproveitou cobrança de escanteio de Shaqiri e, após fazer falta em Miranda, ignorada pelo árbitro, decretou o 1 a 1.