NOTÍCIAS
13/06/2018 09:56 -03 | Atualizado 13/06/2018 09:57 -03

Brasil terá jogadores em 5 seleções diferentes na Copa da Rússia

Atletas naturalizados defenderão outros países e até a dona da casa no Mundial 2018.

Maxim Shemetov / Reuters
Mário Fernandes, ex-jogador do Grêmio, defenderá a Rússia, dona da casa, na Copa.

A Seleção Brasileira estará representada na Copa da Rússia pelos 23 jogadores convocados por Tite, mas o País terá mais 5 atletas em ação por outras 4 equipes no Mundial que começará nesta quinta-feira (14), em Moscou.

Um deles é o lateral-direito Mário Fernandes. Nascido em São Caetano e criado nas categorias de base do Azulão, mas com projeção nacional defendendo o Grêmio, o jogador chegou a recusar um convite para defender as cores do Brasil em 2011, quando foi convocado por Mano Menezes.

Após obter a cidadania russa em 2016, foi chamado para defender as cores da anfitriã da Copa de 2018 e estará em campo diante da Arábia Saudita, no jogo de abertura do Mundial.

Kai Pfaffenbach / Reuters
Pepe e Cristiano Ronaldo atuam juntos há um longo tempo na seleção portuguesa.

Pepe é o mais famoso dos brasileiros que jogarão por outras pátrias. Alagoano de Maceió, o ex-zagueiro do Real Madrid foi convocado pela primeira vez para a seleção de Portugal em 2007 e, há 11 anos, é companheiro de equipe do astro Cristiano Ronaldo.

Pepe já defendeu as cores de Portugal em outras duas edições de Mundial: em 2010, na África do Sul, e em 2014, no Brasil.

Fúria com 2 brasileiros

A Espanha é a seleção com mais brazucas em seu elenco. O primeiro deles, por pouco não foi convencido por Felipão a disputar a Copa de 2014 pelo Brasil: Diego Costa. Sergipano, o jogador chegou a jogar pelo Brasil em um amistoso em 2013, mas, ciente da alta concorrência, optou por se naturalizar espanhol e defender as cores da "Fúria".

O outro representante brasileiro da seleção espanhola é Rodrigo Moreno. Filho do ex-jogador Adalberto, nasceu no Brasil, mas se mudou ainda criança para a Europa, onde fincou raízes até conseguir a cidadania e a convocação para o time nacional.

Kacper Pempel / Reuters
Thiago Cionek veste a camisa 4 da Polônia e é mais um brasileiro na Copa.

O menos conhecido de toda a lista é Thiago Cionek. Jogador do Palermo-ITA, nasceu em Curitiba, no Paraná, mas pouco se destacou no Pais. Naturalizou-se em 2011, época na qual atuava no futebol da Polônia. Foi convocado pela primeira vez em 2014 e se firmou, atuando na Euro 2016 e nas Eliminatórias para a Copa da Rússia.