ENTRETENIMENTO
07/06/2018 19:18 -03 | Atualizado 07/06/2018 19:18 -03

Emissoras de TV precisam assegurar diversidade racial na programação, recomenda Ministério Público do Trabalho

Depois da TV Globo, procuradores notificaram SBT e Record.

Novela 'Segundo Sol' foi criticada pela ausência de negros no elenco principal.
Reprodução/TV Globo
Novela 'Segundo Sol' foi criticada pela ausência de negros no elenco principal.

A ausência de negros na televisão brasileira pode estar com os dias contados. O Ministério Público do Trabalho (MPT) já notificou 3 emissoras pela falta de representação da raça na grade de programação.

Nesta quarta-feira (6), foram emitidas notificações para a Record e o SBT, que estão exibindo atualmente novelas com poucos negros no elenco.

A 1ª notificação foi à TV Globo no início de maio por causa da baixa representatividade negra no elenco de Segundo Sol, novela gravada na Bahia. O estado tem 76% de negros na população, de acordo com dados do IBGE de 2013.

A coordenadora nacional de promoção de igualdade e eliminação de discriminação do trabalho do MPT, Valdirene Silva, explica que a televisão exerce importante papel na construção e manutenção de estereótipos.

"O objetivo [das notificações] é valorizar a herança cultural e a participação dos negros na história do País e alterar estereótipos sobre o papel do negro na sociedade", afirma Silva.

No mês passado, o UOL mostrou que somente 8% dos atores em novelas de Globo, Record e SBT são negros. "Porque isso afronta o direito da população negra a ter sua devida representação, foi feita a recomendação", diz Silva.

O MPT recomenda que as redes de TV ofereçam oportunidades para atores, técnicos e figurantes negros, assegurando a diversidade racial em toda a programação.