COMIDA
04/06/2018 14:41 -03 | Atualizado 04/06/2018 14:48 -03

Como fazer hambúrguer caseiro digno de hamburgueria 'gourmet', segundo quem realmente entende do assunto

Para criar o hambúrguer caseiro perfeito, o segredo está na escolha das carnes para o "blend".

Getty Images
O primeiro passo, claro, é selecionar os cortes que serão unidos.

Você é o tipo de pessoa que acha que qualquer coisa é motivo para comemorar com um hambúrguer?

Se você é amante da iguaria, o HuffPost Brasil te ensina a fazer um hambúrguer caseiro que é de comer rezando — e que é tão bom quanto os servidos nas hamburguerias gourmet.

Para criar o hambúrguer caseiro perfeito, o segredo está na escolha das carnes para o "blend".

Se você não sabe o que é blend, a gente te explica: é a combinação de carnes e cortes diferentes para a confecção da carne moída que dará origem ao hambúrguer.

"Para um bom apreciador de carne, o verdadeiro sabor do hambúrguer vem da combinação harmônica entre os cortes escolhidos e a porcentagem de gordura na composição do blend", explica Eduardo Moretto, especialista em gastronomia do empório de carnes Aurok Meat Experts.

Agora que você já está por dentro, veja abaixo o passo a passo para fazer um hambúrguer caseiro artesanal ponta firme:

Selecione o seu "blend"

O primeiro passo, claro, é selecionar os cortes que serão unidos. "O ideal é selecionar de 2 a 3 cortes, sendo que, em uma mistura perfeita, é recomendado que ao menos uma carne seja mais magra e de textura macia, enquanto a outra seja uma carne com mais gordura — precisamos ter em média 20% de gordura na composição final do blend", diz Moretto.

Além disso, na hora de comprar a carne, opte por carnes frescas, sem terem passado pelo processo de congelamento antes da montagem do blend.

Quais cortes escolher

Getty Images/iStockphoto

Os cortes mais utilizados para o hambúrguer são: miolo do acém, peito, patinho, coxão duro, shoulder, fraldinha, maminha, contrafilé, costela e picanha.

"Algumas combinações indicadas que fazem sucesso são peito com fraldinha, miolo do acém com peito e maminha com fraldinha", sugere o especialista. "Nessas três opções, as porcentagens utilizadas são de 50% para cada corte, sendo um deles mais gorduroso e outro mais leve, o que garante um hambúrguer saboroso e equilibrado", diz.

Gordura é essencial? SIM

A gordura proporciona não só o sabor do hambúrguer, mas também garante a liga entre as carnes selecionadas e a preparação perfeita durante a cocção.

Capriche no tamanho e peso

Divulgação

Com o blend já montado, não se esqueça de caprichar na quantidade. Segundo Eduardo, um peso bom para um hambúrguer gourmet é entre 180g e 200g. "Nesta proporção, eles ficarão suculentos e no ponto como mais facilidade."

NÃO tempere seu hambúrguer

Antes de tacar orégano, salsa, curry, páprica, entre outros temperos, lembre-se que é o sabor da carne deve reinar.

"Muitas pessoas acreditam que para o hambúrguer ter sabor, é preciso temperá-lo, mas isso é um engano; o verdadeiro sabor da carne é o que deve sobressair. Por isso, indicamos uma pitada de sal e pimenta do reino, e nada mais", completa o especialista.

Na chapa ou na churrasqueira?

Getty Images/EyeEm

As duas formas são possíveis, mas existem algumas diferenças.

No caso da chapa, pré-aqueça em fogo alto e unte com um pouco de óleo, apenas para não grudar, pois a gordura do hambúrguer já será suficiente.

Se for na churrasqueira, o que, segundo Eduardo, garante um sabor de defumado especial, a brasa deve estar bem quente e a grelha deve estar posicionada bem baixa, entre 10cm e 15cm acima da fonte de calor.

Para finalizar, adicione ingredientes da sua escolha, como queijos, alface, bacon, cebola caramelizada, cogumelos, tomates, entre outros e um pão de qualidade.

Voilà!