NOTÍCIAS
27/05/2018 13:20 -03 | Atualizado 27/05/2018 16:42 -03

Aeroporto de Brasília só tem 3,3% de combustível nos reservatórios

Nível é considerado 'alarmante'. Greve dos caminhoneiros afeta ao menos 10 aeroportos brasileiros.

Aeroporto Internacional de Brasília é atingido por greve dos caminhoneiros.
Bloomberg via Getty Images
Aeroporto Internacional de Brasília é atingido por greve dos caminhoneiros.

Ao menos 10 aeroportos brasileiros estão sentindo com força os reflexos da greve dos caminhoneiros, que chegou a seu 7º dia neste domingo (27).

Dos aeroportos administrados pela Infraero, falta combustível em 9 terminais, de acordo com boletim da estatal atualizado às 15h20:

Maceió (AL)

Aracaju (SE)

João Pessoa (PB)

Campina Grande (PB)

Juazeiro do Norte (CE)

Ilhéus (BA)

São José dos Campos (SP)

Uberlândia (MG)

Joinville (SC)

O aeroporto de Carajás (PA), que estava sem combustível até o fim da manhã deste domingo, já foi abastecido.

O Aeroporto Internacional de Brasília, 3º maior do País, enfrenta risco de desabastecimento. Neste momento, os reservatórios de querosene do terminal continuam em nível crítico: apenas 3,3% da capacidade. Esse volume só atende os voos previstos até a tarde deste domingo.

O contingenciamento de combustível levou o aeroporto a autorizar apenas pouso de aviões que não precisariam abastecer em Brasília. Até às 16h deste domingo, foram cancelados 3 voos.

Em média, o aeroporto recebe 20 caminhões-tanque por dia. Desde o início da greve, contudo, foram recebidos apenas 20 veículos durante todos os 7 dias de paralisação.

A Inframerica, concessionária desse aeroporto, diz que a situação é "alarmante".

A GloboNews informa que 7 caminhões-tanque saíram de Minas Gerais rumo ao Aeroporto Internacional de Brasília para levar combustível.

Voo cancelado por greve dos caminhoneiros

Com o comprometimento de operações de pouso e decolagem em aeroportos brasileiros, mais voos estão sendo cancelados neste domingo (27).

A Infraero recomenda que, antes de seguir para o aeroporto, o passageiro que viajar hoje entre em contato com a empresa aérea. Inclusive, em caso de cancelamento do voo, a remarcação pode ser gratuita.

A seguir, estão as orientações para usuários das companhias:

Latam

Os passageiros podem entrar em contato com a Central de Vendas (4002-5700 nas capitais ou 0300-570- 5700 nas demais localidades do Brasil) ou procurar uma loja da companhia.

Gol

Os passageiros poderão remarcar suas viagens gratuitamente ou pedir o reembolso das passagens. O contato é pelo 0300-115-2121 ou pelo 0800-704-0465.

Avianca

O telefone para tirar dúvidas é: 0800-286-6543.

Azul

Os telefones são: 4003-1118 (capitais e regiões metropolitanas) e 0800-887-1118 (demais localidades).