ENTRETENIMENTO
25/05/2018 13:27 -03 | Atualizado 29/05/2018 10:54 -03

5 mulheres para ver e aplaudir no Cultura Inglesa Festival

Programação que fomenta cultura britânica reúne shows, filmes e espetáculos gratuitos em SP.

Getty Images
Programação gratuita em diferentes pontos de SP segue até o dia 17 de junho.

De 26 de maio ao dia 17 de junho ocorre em São Paulo o 22º Cultura Inglesa Festival, evento que fomenta a cultura britânica na capital paulista por meio de shows, sessões de cinema, espetáculos de teatro e dança, exposições e várias outras atividades - todas com entrada gratuita.

A principal atração deste ano é o cantor George Ezra, expoente nova geração do pop britânico, que se apresenta no Memorial da América Latina na tarde do próximo domingo (10). A seguir, o HuffPost Brasil lista 5 artistas mulheres com trabalhos de destaque dentro da extensa programação.

1. Iza
Divulgação
Foto: Gabryel Sampaio

Nome em ascensão na cena pop brasileira, a cantora e compositora Iza faz show no Memorial da América Latina, na zona oeste de São Paulo, no próximo domingo (10), às 17h45 - antes da apresentação de George Ezra. Além de hits como Pesadão, Ginga e canções de seu disco de estreia, Dona de Mim, a artista carioca interpretará hits de grandes nomes da cena internacional, como Ed Sheeran e Dua Lipa. Veja mais detalhes aqui.

2. Nikki Rummer
Divulgação

Nikki Rummer é a única integrante americana do Barely Methodical Troupe, companhia do Reino Unido que está na vanguarda de um novo tipo de performance corporal, que mistura acrobacias circenses com teatro, habilidades técnicas e temas contemporâneos. No espetáculo Kin, a atenção da bailarina é disputada pelos cinco rapazes da trupe. O grupo se apresenta no Teatro Sérgio Cardoso, no centro de São Paulo, na próxima sexta (8), sábado (9) e domingo (10). Veja mais detalhes aqui.

3. Julia Ianina
Divulgação

Julia Ianina é o nome por trás da peça infantil Mary e os Monstros Marinhos, que estreia neste sábado (26) com sessões gratuitas às 11h e às 16h no Teatro Cultura Inglesa, na zona oeste da capital. O espetáculo aborda a trajetória da da paleontóloga Mary Anning (1799-1847), ressaltando a importância das mulheres na ciência e também na arte. Julia, que também protagoniza a peça, é uma das cinco fundadoras da premiada Companhia Delas de Teatro e está no elenco da série 1 Contra Todos, do canal Fox. Veja mais detalhes aqui.

4. Ana Julia Travia
Tiago Santana

A diretora Ana Julia Travia apresenta o curta Sample no Centro Cultural São Paulo (CCSP), situado no centro de São Paulo, na próxima sexta (1º), sábado (2) e domingo (3). Cineasta formada pela USP, Travia é feminista negra e um dos nomes promissores da cena audiovisual brasileira. Em Sample, ela retrata a superação do trauma do racismo através do afeto e do amor. O recorte racial do curta foi inspirado na música What You Don't Do, da cantora britânica Lianne La Havas, e também na frase que se tornou viral a partir de um cartaz do Movimento Negro Unificado (MNU), que dizia "reaja contra a violência policial, beije sua preta em praça pública". Veja mais detalhes aqui.

5. Manoela Rangel

Divulgação

Manoela Rangel é atriz de formação, acrobata aérea, bailarina e performer. Do dia 31 de maio a 3 de julho, ela apresenha na Sala Cultura Inglesa, na zona oeste de São Paulo, sua nova produção chamada This Is Our Last Dance. O projeto de dança apresenta uma figura feminina emblemática dos anos 80, que vive em um looping de vícios. Em cena, a performer utiliza um aparelho de acrobacia aérea que gira sobre o próprio eixo. This Is Our Last Dance também conta com a participação de Natalia Mendonça, Marion Hesser, Dudu Tsuda e Camille Laurent. Veja mais detalhes aqui.

Photo gallery Os Beatles no cinema: 5 bons filmes See Gallery