ENTRETENIMENTO
21/05/2018 12:21 -03 | Atualizado 21/05/2018 14:07 -03

Conheça os principais vencedores do Festival de Cannes 2018

Vencedor da Palma de Ouro, 'Shoplifters' é dirigido pelo premiado cineasta japonês Hirokazu Kore-eda.

'Shoplifters' acompanha uma família de ladrões que tem a rotina alterada após adotar uma menina.
Divulgação
'Shoplifters' acompanha uma família de ladrões que tem a rotina alterada após adotar uma menina.

O filme Shoplifters, do cineasta japonês Hirokazu Kore-eda, foi o grande vencedor da Palma de Ouro do 71º Festival de Cannes, encerrado neste sábado (19). O diretor já havia conquistado o Prêmio do Júri, em 2013.

Bem recebido pela crítica, Shoplifters estava entre os favoritos para a Palma de Ouro, assim como Capharnaum, da libanesa Nadine Labaki, que recebeu o Grande Prêmio do Júri. BlacKkKlansman, de Spike Lee, recebeu menção honrosa.

Por sua vez, The Image Book, de Jean-Luc Godard, conquistou a Palma de Ouro Especial, honraria que não estava prevista na premiação. Entre os atores, o italiano Marcello Fonte, 39 anos, garantiu o prêmio de melhor interpretação masculina, por seu papel no filme Dogman, de Matteo Garrone.

O longa é livremente inspirado no chamado "delito do Canaro", como ficou conhecido o homicídio do boxeador amador Giancarlo Ricci, em 1988, em Roma. "Desde pequeno, quando estava em casa e chovia, fechava os olhos e parecia ouvir aplausos. Agora é verdade, e é como estar em família", disse Fonte.

A cazaque Samal Yeslyamova, de The Little One, venceu na categoria feminina. Entre os diretores, o premiado foi o polonês Pawel Pawlikowski, por Zimna Wojna. A italiana Alice Rohrwacher (Lazzaro Felice) e o iraniano Jafar Panahi (Three Faces), censurado em seu país, dividiram o prêmio de melhor roteiro.

Um dos momentos mais marcantes, no entanto, ocorreu logo no início da cerimônia, quando a atriz italiana Asia Argento, protagonista do movimento #MeToo, fez um duro discurso contra a violência sexual na indústria cinematográfica.

"Em 1997, fui estuprada por Harvey Weinstein. Eu tinha 22 anos e senti uma premonição que nunca um Weinstein teria futuro. Devemos nos ajudar para que um comportamento tão indigno não aconteça novamente", disse.

Photo gallery Os 25 melhores filmes dos últimos 25 anos segundo o IMDB See Gallery