Casamento Real: 8 perguntas sobre a 'comida de cumbuquinha' no casório do príncipe Harry e Meghan Markle

Em vez de uma refeição festiva à mesa, o casal optou por comida de cumbuquinha. Mas por que e, principalmente, o que diabos é isso?

No sábado, 19 de maio, o príncipe Harry e Meghan Markle vão servir canapés e comida em cumbuquinhas (bowl food) em seu "café da manhã nupcial" (como é conhecida no Reino Unido a refeição servida após a cerimônia de casamento, embora seja mais semelhante a um almoço).

Consta que a recepção terá apenas quitutes leves para serem consumidos em pé pelos 600 convidados no Salão St. George do Castelo de Windsor. Enquanto isso, o público maior que vai acompanhar o casamento, que não estará na capela, mas nos jardins do Castelo, vai receber "lanches e bebidas leves". As pessoas foram aconselhadas a levar um piquenique para o caso de a fome apertar.

A opção por canapés e lanches em oposição a uma refeição feita à mesa nos deixou com algumas dúvidas. Veja algumas delas:

There's less than one week to go until the big day.
There's less than one week to go until the big day.

1. O que diabos é comida de cumbuquinha?

Comida de cumbuquinha é basicamente uma versão descolada e mais substancial de canapés e que frequentemente é servida em cumbuquinhas, é óbvio. Esse tipo de comida tende a ser simples, de modo que os convidados podem degustá-la sem precisarem se sentar, o que lhes possibilita circular e conversar com outras pessoas. (Esperamos que sejam fornecidos guardanapos.)

2. Que tipo de comida de cumbuquinha será servido?

O chef real Mark Flanagan revelou que os pratos (leia-se: salgadinhos e doces) servidos aos convidados serão "predominantemente clássicos". Flanagan, que comanda uma equipe de 30 chefs e assistentes que vão preparar o banquete, não compartilhou detalhes sobre o cardápio, mas disse que serão usados ingredientes sazonais vindos da região de Windsor. "O clima ameno recentemente nos ajudou muito nesse sentido", ele disse à Sky News.

Estamos sabendo de uma coisa: que serão servidas trufas de chocolate feitas à mão. Um vídeo dos chefs preparando a comida os mostrou debulhando ervilhas frescas, com alcachofras e alho por perto.

Chefs prepare truffles for the royal wedding.
Chefs prepare truffles for the royal wedding.

3. Por que eles escolheram a comida de cumbuquinha?

Flanagan disse que todos os pratos foram escolhidos por Harry e Meghan. "Nós apenas fizemos sugestões. Eles degustaram tudo e participaram de todos os detalhes", ele explicou.

O fato de o jovem casal ter optado por evitar o "café da manhã nupcial" tradicional talvez se deva à posição ocupada por Meghan no mundo dos foodies. A ex-atriz comandava um site de estilo de vida chamado The Tig, assim batizado devido ao seu vinho favorito, o Tignanello.

A antropóloga alimentar Kaori O'Connor, do University College London, disse anteriormente ao HuffPost Reino Unido que a influência de Meghan talvez resultasse em algumas escolhas ousadas em matéria do cardápio – e parece que ela tinha razão. "Meghan é uma pessoa interessante", comentou O'Connor. "É sabido que ela tem opiniões e práticas alimentares de tipo 'próprio de atriz e alternativa' e que se interessa pela 'alimentação limpa'. Não sei até que ponto isso vai se manifestar no cardápio. Mas provavelmente podemos prever que haverá algum elemento americano na comida, em homenagem a ela. Pode ser algo regional, um prato favorito de sua família ou uma comida que tenha algum significado pessoal para o casal."

4. Como os convidados farão para manejar uma cumbuca e um cálice de champanhe ao mesmo tempo?

Qualquer pessoa que já tenha comido algo numa cumbuquinha sabe que isso requer as duas mãos: uma para segurar a cumbuca e outra para comer, ou com talheres ou com os dedos. Como em qualquer outro evento chique com comida de cumbuquinha, uma pergunta se impõe: como os convidados farão para comer e segurar um cálice de champanhe ao mesmo tempo? Sem falar em qualquer outro objeto que possam estar carregando, como folheto de hinos, máquinha fotográfica, bolsa, etc. Nosso conselho aos convidados: procure uma mesa ou um parapeito de janela e faça questão de guardar seu lugar.

Royal chef Mark Flanagan at the royal kitchen at Windsor Castle.
Royal chef Mark Flanagan at the royal kitchen at Windsor Castle.

5. Como haverá menos comida, as pessoas não ficarão bêbadas?

A resposta é quase certamente "sim". A não ser, é claro, que Harry e Meghan optem por servir menos bebidas. Mas eles não fariam isso, fariam?

6. Haverá bolo?

Sim, graças a Deus. Acredita-se que os convidados vão comer canapés durante a recepção que terá lugar na hora do almoço, durante a qual serão feitos os discursos e haverá o momento tradicional do corte do bolo – uma confecção de limão e flor de sabugueiro, com cobertura de creme de manteiga e decorado com flores frescas. O bolo foi criado pela confeiteira e autora de textos de gastronomia Claire Ptak, dona da pequena confeitaria Violet, na zona leste de Londres.

7. O que a rainha vai comer?

Não temos como saber, é claro, mas nosso palpite é que também a rainha vai degustar alguns canapés ao longo do dia. Se ficar com fome, assim mesmo, ela sempre terá a opção de dar uma passada na cozinha.

8. Haverá uma refeição mais formal em volta da mesa, mais tarde?

Ainda não se sabe se o casal vai oferecer uma refeição à mesa mais tarde no dia do casamento. Durante a tarde, a rainha vai oferecer uma recepção de almoço para seu neto e Meghan. À noite, aproximadamente 200 dos familiares e amigos mais íntimos dos noivos vão participar de uma segunda recepção, esta oferecida pelo príncipe Charles na Frogmore House. Alguém terá que servir um jantar, certo?

Uma coisa é certa: Harry e Meghan se pouparam de uma discussão enorme sobre onde se sentariam os 600 convidados, envolvendo a política de quem se senta onde e ao lado de quem. Encontraram uma saída inteligente.

Você acha que esta foi a melhor opção? Deixe seu comentário!

*Este texto foi originalmente publicado no HuffPost UK e traduzido do inglês.