POLÍTICA
16/05/2018 12:13 -03 | Atualizado 17/05/2018 17:23 -03

Parece que Sérgio Moro não se arrependeu de ter tirado foto com Aécio Neves

Juiz, que disse ter se arrependido de ter tirado foto com Aécio, posa ao lado de João Doria em Nova York.

Embora tenha afirmado à revista Crusoé que se arrependeu de ter tirado uma foto aos risos com o senador Aécio Neves (PSDB-MG), réu na Lava Jato, o juiz Sérgio Moro, responsável pela operação na 1ª instância posou novamente ao lado de um político.

Desta vez, foi ao lado do ex-prefeito de São Paulo, o também tucano João Doria. A foto foi feita em Nova York, em um jantar oferecido pela Câmara de Comércio, no qual Moro foi condecorado com o título de Personalidade do Ano -mesma homenagem que Doria recebeu ano passado.

De acordo com a Folha de S.Paulo, Moro respondeu às críticas: "Estou num evento social e tiro uma foto, isso não significa nada. É uma bobagem isso".

A imagem repercutiu nas redes sociais. Mas teve quem reparou que existe outra foto, na qual os dois aparecem ao lado de ex-presidente da Assembleia Legislativa de São Paulo Fernando Capez (PSDB), réu em processo sobre a Máfia da Merenda.

As imagens geraram muitas críticas.

Mas também houve defesa ao ato do juiz.

Para descontrair, também teve quem olhou o que ninguém estava comentando.

Moro e Aécio

Apesar de ter minimizado a cena de terça-feira (15), Moro passou por situação semelhante com a foto com Aécio. No início deste mês, ele afirmou à Cruzoé que a foto com o tucano "foi um momento ruim" e "gerou uma impressão que não era verdadeira".

A imagem foi feita em 2016, em uma confraternização da revista IstoÉ. Na ocasião, Moro foi homenageado com o título de Brasileiro do Ano na Justiça.