POLÍTICA
15/05/2018 12:49 -03 | Atualizado 15/05/2018 14:29 -03

Os comentários que mostram por que quase ninguém quer o tríplex do Lula

No último dia do leilão, tríplex no Guarujá avaliado em R$ 2,2 milhão tem 50 mil visitas e apenas 1 lance.

Aberto em 16 de março, o painel de lance do tríplex no Guarujá - imóvel que levou a condenação do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva - recebeu mais de 50 mil visitas e apenas um único lance. O interessado deu lance mínimo de R$ 2,2 milhões.

O baixo interesse no leilão que se encerra às 14h desta terça-feira (15) é explicado por alguns comentários garimpados no Twitter e no YouTube.

A cobertura de 215 metros quadrados, com 4 quartos, sendo duas suites, conta ainda com churrasqueira, piscina, e duas vagas na garagem.

Para alguns, o apartamento é considerado um "muquifo". As imagens internas viralizaram depois que o imóvel foi ocupado por manifestantes do Movimento dos Trabalhadores Sem Teto, em 16 de abril.

Entre as justificativas para a sentença que resultou na prisão de Lula está a reforma no apartamento. Há, no entanto, quem duvide que o apartamento tenha passado por melhorias.

Fake news?

É isso mesmo?

A culpa é do arquiteto.

Pode pastilha bege, Arnaldo?

E luz branca?

No fim, os comentaristas de Twitter já tem sentença:

Este vídeo mostra um passeio por dentro do tríplex.

Há um erro gramatical?

Reprodução/Youtube

A sentença

De acordo com sentença do juiz Sérgio Moro, responsável pela Operação Lava Jato na 1ª instância, a empreiteira OAS pagou mais de R$ 2 milhões em propina ao petista por meio da reserva e reforma do apartamento.

A defesa de Lula, por outro lado, afirma que o apartamento sempre pertenceu a OAS. "A prova final é que o mesmo juiz Sérgio Moro reconhece que os recursos do leilão podem ir para a OAS", disse o advogado de defesa do ex-presidente, Cristiano Zanin Martins, em nota de março deste ano.