MULHERES
15/05/2018 15:18 -03 | Atualizado 15/05/2018 15:18 -03

A ação da Schweppes que quer refletir sobre o impacto do assédio nas baladas

Em campanha, marca propôs que mulheres usassem vestido com sensor para medir o quanto são desrespeitadas.

"Dress for respect" ou "Vestida para ser respeitada" é o título da campanha que quer expor o quanto as mulheres são assediadas nas casas noturnas pelo Brasil. A marca de bebidas Schweppes, com produção da Ogilvy Brasil, convidou três mulheres para participarem do experimento e registrar, com um vestido sensorizado, o quanto ser mulher e circular em uma balada pode ser violento.

Em uma casa noturna de São Paulo, Luisa, Tatiana e Juliana usaram um vestido sensorizado capaz de medir o quanto elas são assediadas através do toque. Criado para a ação, a peça de roupa foi tecnologicamente confeccionada com diversos sensores aplicados ao tecido.

Reprodução
86% das mulheres já foram assediadas na balada.

À medida que as três mulheres andam pelo salão e são abordadas pelos rapazes, informações são enviadas, via wifi, para uma central de controle, registrando a quantidade de toques em cada vestido. Ao final da noite, a conclusão que acende o sinal vermelho: muitos homens continuam se aproximando das mulheres sem respeito.

As cenas foram captadas por meio de câmeras escondidas e só comprovam a alta frequência de assédio em festas. De acordo com a pesquisa Chega de Fiu Fiu, da ONG Think Olga, 86% das mulheres já foram assediadas na balada. Assista ao vídeo da campanha acima.