NOTÍCIAS
12/05/2018 12:25 -03 | Atualizado 12/05/2018 12:35 -03

“Marielle morreu pelo sonho dos outros”, desabafa mãe da vereadora morta no Rio

Marinete da Silva esteve em seminário da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), no Rio de Janeiro, e não segurou a emoção.

Divulgação/OAB
Mãe de Marielle esteve na sexta-feira em seminário da OAB, no Rio de Janeiro, e emocionou a todos

Enquanto investigadores da Polícia Civil do Rio de Janeiro finalizavam a reconstituição do crime que tirou a vida da vereadora Marielle Franco no dia 14 de março, no exato local do atentado, a mãe da política, Marinete da Silva, participava de um seminário da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) e, mais uma vez, emocionava aos presentes com seu testemunho sobre a tragédia.

"Foi uma brutalidade o que fizeram com minha filha. Se não fosse pela minha fé, eu não estaria aqui. É muito duro. Estou tendo que criar uma adolescente de 19 anos (Luyara Santos filha de Marielle). Marielle morreu pelo sonho dos outros", desabafou.

A mãe da vereadora também falou sobre as suspeitas que apontam para a participação do vereador Marcello Siciliano (PHS) no crime, em parceria com o ex-Policial Militar Orlando Oliveira de Araújo. E custou a acreditar que um colega esteja envolvido na morte da filha.

"A gente espera que não seja. Eu não quero acreditar. A gente sabe que a política é um meio bem complicado, mas eu não quero acreditar que alguém que estava ali todos os dias com a minha filha pudesse imaginar ou planejar a morte dela. Isso não é coisa de um ser humano".

"Dia das Mães de dor"

A tragédia envolvendo Marielle será ainda mais sentida por Marinete da Silva neste domingo (13), dia em que será comemorado o Dia das Mães no Brasil.

A mãe da vereadora morta no Rio de Janeiro não escondeu a tristeza por ter que passar pela primeira vez a data longe da filha e por saber que jamais a terá ao seu lado em um dia tão especial.

"Levaram um pedaço da gente. Filhos fazem parte de nós. É um Dia das Mães de dor", concluiu.