ENTRETENIMENTO
29/04/2018 13:25 -03 | Atualizado 29/04/2018 13:25 -03

A nova temporada de '3%' e a cena que mais mexeu com Bruno Fagundes e Bianca Comparato

Personagem dado como morto é novidade no segundo ano da série.

Divulgação/Netflix
Bruno e Bianca interpretam os irmãos André e Michele; atores se conheceram nas gravações.

Atenção: este texto contém spoilers!

A segunda temporada de 3% chegou à Netflix na última sexta-feira (27) com novos ares e visual mais apurado. Há novos efeitos e figurinos, locação na bela Inhotim, em Minas Gerais, e um elenco maior.

O novo ano da série distópica criada por Pedro Aguilera traz 65 personagens, 25 a mais que a temporada de estreia. Uma dessas caras novas é o ator Bruno Fagundes, que interpreta André, um personagem novo e ao mesmo tempo conhecido dos fãs.

Durante a primeira temporada, André é dado como morto.

Mas reta final, sua irmã Michele (Bianca Comparato) e o espectador descobrem juntos que, na verdade, ele está preso em Maralto, o local próspero onde só 3% da população tem permissão de viver.

É em Maralto, com o irmão, que está o destino de Michele.

O encontro entre dois personagens foi a cena que mais marcou Bianca Comparato na série até agora. Em entrevista ao HuffPost Brasil, ela e Bruno Fagundes falaram sobre o entrosamento que tiveram no trabalho e sobre os bastidores da cena.

A atriz contou que tinha muitas expectativas para essa cena, assim como imagina que os fãs tenham. "Eu como atriz não sabia como ia fazer aquela cena. Como é que a gente reage depois de uma distância de tanto tempo?"

"Essa é também uma das minhas cenas preferidas, fato", disse Fagundes antes de tecer elogios à parceira de cena. "A Bianca se enquadrou numa categoria que eu chamo de amor imediato. A gente se conheceu nesse projeto. E ela foi uma parceira incrível. Afinal, é uma relação de vida, uma relação de dois irmãos."

O ator contou que desde o primeiro contato, a dupla já sabia da importância para narrativa da cena do encontro entre os personagens. Por conta disso, empregaram mais esforço nela.

"Foi muito bom ter ela como parceira porque a gente viu essa cena como uma das mais emblemáticas para os nossos personagens na temporada. E a gente se dedicou muito para que fosse uma cena, no mínimo, emocionante", revelou o ator.

Feliz com o sucesso da primeira temporada – 3% foi em 2017 a série de língua não-inglesa da Netflix mais assistida dos EUA – e aguardando a avalanche de comentários dos comentários dos fãs que virá nos próximos dias, Bianca diz que abraçou o a série de forma parecida como sua personagem "tomou as rédeas da própria vida".

"Até porque o que 3% simboliza e representa, eu acredito profundamente. Existe a história política que a série apresenta e também o fato dela ter ampliado o mercado de entretenimento aqui no Brasil, abrindo portas para mais séries da Netflix e proporcionando trabalho para mais roteiristas e atores e outros profissionais. Pra mim, a trajetória de 3% é muito pessoal. Eu aprendi e continuo aprendendo e tenho uma paixão enorme por esse projeto."

Com 10 episódios, a segunda temporada de 3% está disponível globalmente em mais de 190 países pela Netlfix.

Assista ao trailer:

'3%': Série distópica da Netflix mostra futuro do Brasil com abismos do presente