ENTRETENIMENTO
27/04/2018 16:15 -03 | Atualizado 27/04/2018 16:15 -03

11 livros imperdíveis para pensar política e democracia hoje

Leituras sobre economia, raça e gênero para entender melhor essa bagunça toda.

Adriano Machado / Reuters
Uma lista com 11 títulos que podem te orientar nesse cenário caótico em que vive o Brasil.

Já é de comum acordo que o Brasil tem vivido uma ampla e profunda crise política e democrática. Nas mais variadas instâncias de poder, ainda vemos como maioria um grupo que pouco reflete a diversidade racial, de gênero e orientação sexual da sociedade civil.

Um exemplo disso é a atual formação do Congresso Nacional. As características mais frequentes entre deputados e senadores são "homem, branco, na faixa dos 50 anos, com formação superior, empresário e dono de patrimônio superior a R$ 1 milhão", como mostra levantamento do Congresso em Foco.

O cenário não é "privilégio" do povo brasileiro.

Incontáveis países, cada um à sua maneira, enfrenta situação semelhante o que põe em "dúvida a legitimidade dos partidos políticos, enquanto agentes de representação de interesses, em corresponder efetivamente às demandas societárias", como escreveu o sociólogo João Paulo Viana, da Unir (Universidade Federal de Rondônia), no blog Legis-Ativo, do Estadão.

Para além dos aspecto da representatividade, como diz o também doutorando em ciência política pela Unicamp (Universidade Estadual de Campinas), precisamos urgentemente repensar as estruturas do capitalismo e diferentes maneiras de o povo participar ativamente de processos decisórios.

O HuffPost Brasil fez uma seleção de alguns de vários livros disponíveis em livrarias que podem te ajudar a entender e se orientar nesse cenário caótico — e, a partir disso, agir. (Aproveitando o gancho: se você quiser dar uma olhada na nossa lista de livros sobre fascismo, aqui está ela.)

1. Não Basta Dizer Não, de Naomi Klein

Divulgação

A jornalista canadense Naomi Klein não foge da briga. Há muitos anos ela estuda os desdobramentos do capitalismo na sociedade, como a publicidade agressiva em nosso cotidiano, a globalização e a mudança climática, e escreve livros incisivos e consistentes a respeito desses temas. Em Não Basta Dizer Não, Klein examina o atual momento político-econômico pós-eleição de Donald Trump. O que levou o republicano a ser eleito presidente dos Estados Unidos? Como as políticas neoliberais das últimas décadas e a desigualdade social tiveram papéis nisso? Como reagir ao avanço do conservadorismo? É o que a jornalista oferece em seu mais recente livro: propostas de soluções, além de análises e informações, para sairmos dessa melhor do que entramos, enquanto isso ainda é possível.

Editora: Bertrand/Record

Páginas: 294

Preço: R$ 49,90; e-book R$ 34,90

2. Valsa Brasileira, de Laura Carvalho

Divulgação

Economista, professora da USP e colunista da Folha de S.Paulo, Laura Carvalho aborda neste que é seu primeiro livro o complexo cenário da economia brasileira entre 2006, no segundo mandato de Lula, e 2017, ano do impeachment de Dilma Rousseff. O que a diferencia de tantos outros autores da área, entretanto, é a maneira acessível pela qual ela aborda o tema — o grande objetivo aqui é fazer você entender a análise. Além disso, Carvalho propõe novos caminhos para a economia brasileira, em que a democracia e o Estado de bem-estar social cabem no orçamento e são realidade para as pessoas.

A previsão de lançamento de Valsa Brasileira é dia 8/5.

Editora: Todavia

Páginas: 192

Preço: R$ 49,90; e-book R$ 34,90

3. Sobre a Tirania, de Timothy Snyder

Divulgação

Quando foi a vitória de Trump nas eleições de 2016 foi oficializada, Timothy Snyder escreveu um "textão" no Facebook que logo viralizou. "Não somos mais sábios do que os europeus que viram a democracia dar lugar ao fascismo, ao nazismo ou ao comunismo no século 20", disse o historiador da Universidade de Yale. "Nossa única vantagem é poder aprender com a experiência deles." Em Sobre a Tirania, Snyder reforça com clareza e vigor por que sempre devemos aprender com o passado.

Editora: Companhia das Letras

Páginas: 168

Preço: R$ 24,90; e-book R$ 16,90

4. Cama de Gato, de Kurt Vonnegut

Divulgação

Autor de Matadouro 5 e Um Homem sem Pátria, Kurt Vonnegut (1922–2007) usa mais uma vez seu tom satírico em Cama de Gato para contar a história de um homem comum que decide investigar o bombardeio atômico no Japão na Segunda Guerra Mundial. A pesquisa do sujeito o leva a passar por transformações e mudanças de pontos de vista sobre política, religião e ciência. Por meio de Cama de Gato, Vonnegut — que serviu os EUA naquela guerra e foi prisioneiro de alemães — faz uma crítica cortante sobre o uso do conhecimento a favor de destruição em massa, fanatismo religioso e intolerância.

Editora: Aleph

Páginas: 280

Preço: R$ 49,90; e-book R$ 30,90

5. Mulheres e Poder: Um Manifesto, de Mary Beard

Divulgação

Mary Beard, historiadora da Universidade de Cambridge, volta em Mulheres e Poder à antiguidade em Roma e Atenas para abordar as origens da misoginia. A autora mostra que desde lá existe a cultura do silenciamento feminino em situações de injustiça e violência. Beard explora também como o poder do homem está correlacionado à capacidade de se sobrepor às mulheres e como o machismo se manifestou nas campanhas políticas de Hillary Clinton e Dilma Rousseff. "Não se pode, com facilidade, inserir as mulheres numa estrutura que já está codificada como masculina; é preciso mudar a estrutura. Isso significa pensar no poder de outra maneira", escreve a historiadora. "O que tenho em mente é o direito de sermos levadas a sério, tanto juntas quanto individualmente. É esse tipo de poder que muitas mulheres sentem não ter — e ao qual aspiram."

Editora: Crítica/Planeta

Páginas: 128

Preço: R$ 41,90; e-book R$ 24,90

6. 50 Poemas de Revolta, de vários autores

Divulgação

Conceição Evaristo, Ana Cristina Cesar, Paulo Leminski, Laura Liuzzi, Hilda Hilst. Estes são alguns dos poetas, todos brasileiros, cujos trabalhos aparecem na coletânea 50 Poemas de Revolta. Clássicos ou contemporâneos, os poemas tratam das mais diversas formas de opressão, seja para inspirar ou causar desgosto. "Repensemos a tarefa de pensar o mundo", propõe Hilst, que é a autora homenageada da Flip deste ano.

Editora: Companhia das Letras

Páginas: 144

Preço: R$ 34,90; e-book R$ 23,90

7. Em Busca da Política, de Zygmunt Bauman

Divulgação

O sociólogo Zygmunt Bauman (1925–2017) propõe neste livro que a liberdade individual é fruto do trabalho coletivo. No entanto, como pondera o autor, vivemos um momento em que a garantia dessa liberdade é buscada por meios que tem se privatizado. Bauman mostra novamente neste ensaio, lançado em 2000, como questões de âmbito privado se interseccionam com as de âmbito público.

Editora: Zahar

Páginas: 216

Preço: R$ 59,90; e-book R$ 44,90

8. Reinvenção da Intimidade, de Christian Dunker

Divulgação

Solidão, ciúme, compaixão, ódio, ressentimento, depressão. Estas e outras manifestações de sofrimento são usadas por Christian Dunker, psicanalista e professor da USP, para falar sobre "as formas de amor, sobre suas interveniências políticas, sobre a possibilidade de ficar junto e separado" em Reinvenção da Intimidade. Sem usar termos do vocabulário de especialistas, Dunker propõe que o sofrimento, mesmo sendo vivido internamente, "requer e propaga política", e usa em sua argumentação situações corriqueiras — como nossa disposição a ficar o tempo todo conectados ou a impotência para construir solidão ou intimidade genuinamente — como exemplos concretos. Nossa maneira de lidar com agentes do poder, como policiais ou padres, escreve Dunker, diz bastante sobre dinâmicas de poder e o papel do sofrimento neles.

Editora: Ubu

Páginas: 320

Preço: R$ 54; e-book R$ 35

9. Representantes de Quem?, de Jairo Nicolau

Divulgação

O sociólogo Jairo Nicolau, estudioso do sistema eleitoral brasileiro há mais de 20 anos, examina em Representantes de Quem? um dos problemas mencionados no início desta matéria: o da representatividade do povo nas instâncias de poder. Com texto claro e acessível, Nicolau responde a perguntas essenciais para entender realidade eleitoral do Brasil, como por que alguns deputados são eleitos mesmo recebendo menos votos que aqueles que não o foram; por que coligações produzem resultados difíceis de serem compreendidos e adulteram votos; e por que a reforma política, embora necessária, nunca aconteceu; entre outros questionamentos importantes. O autor também sugere soluções de como a legislação eleitoral e partidária do País pode ser aperfeiçoada.

Editora: Zahar

Páginas: 176

Preço: R$ 39,90; e-book R$ 26,90

10. Angola Janga – Uma História de Palmares, de Marcelo D'Salete

Divulgação

Escrita e desenhada por Marcelo D'Salete, um dos quadrinistas brasileiros mais respeitados da contemporaneidade e importante voz das questões raciais neste meio, Angola Janga é um épico sobre racismo e luta contra a opressão. Angola Janga, ou "pequena Angola", é o nome do maior quilombo do Brasil, fundado por escravos fugitivos na Pernambuco do século 16. Nele, a cultura africana era praticada livremente; seus membros resistiram à invasão de povos europeus e foram liderados por Zumbi dos Palmares. Angola Janga é fruto de mais de dez anos de pesquisa. D'Salete, que também é mestre em história da arte pela USP, disse em entrevista ao HuffPost que sua tentativa é "falar sobre o Brasil a partir de algumas experiências marcantes e da perspectiva da população negra e da periferia".

Editora: Veneta

Páginas: 432

Preço: R$ 99,90

11. A Vítima Tem Sempre Razão?, de Francisco Bosco

Divulgação

O filósofo Francisco Bosco oferece em A Vítima Tem Sempre Razão?, um livro que tem sido objeto de calorosos debates desde seu lançamento em 2017, um panorama sobre as lutas de identidade travadas no Brasil dos últimos anos, nas ruas e nas redes sociais, que mudou bastante o cenário político contemporâneo. Bosco aborda também excessos e estratégias de argumentação e militância usadas por parte dos movimentos sociais para examinar o que essas atitudes manifestam e representam.

Editora: Todavia

Páginas: 208

Preço: R$ 49,90; e-book R$ 34,90

As 15 frases mais grifadas dos livros de 'Harry Potter'