POLÍTICA
30/04/2018 22:47 -03 | Atualizado 30/04/2018 22:48 -03

Prazo para alterar e regularizar título de eleitor termina em 9 de maio

Eleitores com deficiência também devem pedir transferência para locais com acessibilidade.

Divulgação
O TSE divulgou um vídeo oficial no YouTube com todas as instruções para o cidadão regularizar ou tirar o título de eleitor até a data-limite estabelecida.

Se você pretende votar nas eleições gerais de 2018 e não está com seu título de eleitor regularizado (ou pretende fazer alguma alteração), preste atenção. O prazo final para ficar em dia com a Justiça Eleitoral expira no próximo dia 9 de maio.

O prazo dado pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) engloba todas as situações envolvendo os cidadãos aptos a votar – desde os que queiram alterar dados cadastrais até os que precisem transferir o domicílio eleitoral.

Os eleitores que têm deficiência também precisam atender ao prazo máximo do dia 9 de maio para solicitar a transferência para uma seção eleitoral com acessibilidade. O mesmo vale para os presos provisórios e os adolescentes internados que não possuam título regular.

Segundo a Constituição Federal, em seu artigo 14, parágrafo 1º, o alistamento eleitoral e o primeiro voto são obrigatórios para os maiores de 18 anos, embora brasileiros de 16 e 17 anos também estejam aptos para tirar o título de eleitor.

O processo pode ser iniciado pela Internet e finalizado nos cartórios eleitorais.

Documentação necessária

O eleitor que precisar alterar ou regularizar o título de eleitor deverá levar os seguintes documentos ao cartório eleitoral: título de eleitor (caso já o possua), comprovante de residência (com, no mínimo, 3 meses para os casos de transferência de domicílio), documento oficial de identificação e comprovante de quitação militar (quando do sexo masculino).

O TSE divulgou um vídeo oficial no YouTube com todas as instruções para o cidadão regularizar ou tirar o título de eleitor até a data-limite estabelecida. Assista abaixo.