COMPORTAMENTO
26/04/2018 14:10 -03 | Atualizado 26/04/2018 15:12 -03

Família de Avicii diz que DJ 'não estava conseguindo lidar com questões existenciais'

Em depoimento, os familiares afirmam que DJ era um 'cara sensível' e que estava lidando com muito 'estresse'.

Lucy Nicholson / Reuters
O músico morreu aos 28 anos.

A família do DJ Avicii compartilhou uma declaração nesta quinta-feira (26) sobre a morte do artista, cujo nome verdadeiro é Tim Bergling. O músico morreu na última sexta-feira (20) aos 28 anos.

Na carta, os familiares não deixaram claro a causa da morte do DJ, que foi encontrado sozinho em Muscat, Omã, mas alguns trechos do depoimento sugerem que o DJ pode ter cometido suicídio.

A Variety entrou em contato com a família para esclarecer trechos do depoimento, que foi originalmente escrito em sueco, mas o representante da família ainda não se pronunciou.

A publicação diz que o artista enfrentava momentos difíceis e que convivia com um contexto de alto estresse.

Ainda, Tim Bergling é apresentado por seus familiares como um "cara sensível", que "não gostava dos holofotes" e que seguia em busca de respostas para os seus principais questionamentos: qual seria o significado da vida e da felicidade.

Estocolmo, 26 de abril de 2018

Nosso amado Tim estava em constante busca. Ele era uma frágil alma artística em busca de respostas para questões existenciais. Um perfeccionista com desejo de realizar coisas que viajou e trabalhou duro em um ritmo que o levou ao estresse extremo. Quando ele parou de fazer turnês, ele queria encontrar um equilíbrio na vida para ser feliz e ser capaz de fazer o que ele mais amava, a música. Ele realmente lutou contra os muitos pensamentos sobre o significado da vida e da felicidade. Ele simplesmente não podia continuar mais. Ele queria encontrar a paz.

Tim não foi feito para a máquina de negócios em que se encontrava; ele era um cara sensível que amava seus fãs, mas evitava os holofotes. Tim, você será eternamente amado e sua perda é uma enorme tristeza. A pessoa que você era e a sua música manterão sua memória viva.

Sua família

Em outro comunicado divulgado na última segunda-feira (23), a família disse:

Gostaríamos de agradecer todo o apoio e as palavras amorosas sobre o nosso filho e irmão. Somos muito gratos a todos que adoraram a música de Tim e têm memórias preciosas delas.

Obrigado por todas as iniciativas tomadas para homenagear Tim, como as reuniões públicas, os sinos da igreja tocando sua música, as homenagens no Coachella e os momentos de silêncio ao redor do mundo.

Somos gratos pela privacidade durante este período difícil. Nosso desejo é que continue assim.

Com amor,

A família Tim Bergling

O departamento de polícia de Omã confirmou que não havia "suspeita de crime" em relação à morte do DJ. Um relatório confirmando a causa de morte do DJ é esperado para os próximos dias.