ENTRETENIMENTO
25/04/2018 18:34 -03 | Atualizado 25/04/2018 18:50 -03

'Praça Paris', um thriller que examina o medo e a violência no coração do Rio de Janeiro

Premiado, novo filme de Lúcia Murat tem estreia programada para esta quinta-feira (26) nos cinemas de todo o Brasil.

Divulgação

Glória, interpretada por Grace Passô, e Camila, vivida por Joana de Verona, são as personagens principais de Praça Paris, filme da carioca Lúcia Murat, que estreia nesta quinta-feira (26) nos cinemas de todo o País.

A trama, vencedora do Prêmio Dom Quixote de Melhor Filme no Festival de Havana e também do Festival do Rio 2017, promete chamar a atenção para o problema da desigualdade social e suas consequências - retratadas na história pela relação entre as personagens de Grace e de Joana.

Glória vive o papel de uma ascensorista que trabalha na Universidade Federal do Rio de Janeiro (Uerj), enquanto Camila é uma psicanalista portuguesa que está no Brasil para estudar casos de violência.

A violência, aliás, é o grande drama da vida de Glória.

Violentada pelo pai quando criança, a ascensorista tem na figura do irmão, o traficante Jonas (interpretado por Alex Brasil), um protetor, mesmo estando na cadeia.

Por conta dos traumas enfrentados, Glória passa a frequentar sessões de terapia com Camila e compartilha com a psicanalista portuguesa os dramas de sua vida pessoal. A relação entre as duas se aprofunda ao ponto de a própria Camila se sentir ameaçada pela violência que ronda sua paciente.

"Nessas sessões, Glória começa a pensar tão intensamente, e essa reflexão a leva a transformar a sua própria vida", comentou Grace, em entrevista ao G1.

Divulgação

Para a cineasta Lúcia Murat, o longo vai além de um retrato da violência.

"O filme trabalha sobre o medo e a paranoia numa relação entre duas pessoas com histórias e classes sociais diferentes. O medo do outro me parece algo implantado na sociedade brasileira hoje. E a partir desse medo sabemos que injustiças, agressões, mortes violentas acontecem, como no filme, um thriller que trabalha a intimidade dos personagens", disse ao site Adoro Cinema.

Mais prêmios

Praça Paris também rendeu prêmios individuais para a atriz Grace Passô - consagrada atriz e dramaturga – e para a diretora Lúcia Murat, que tem no currículo outros trabalhos de destaque, como A Memória Que me Contam (2013) e Maré, Nossa História de Amor (2007).

Murat foi premiada como melhor diretora do Festival do Rio 2017, enquanto Passô venceu, além do Festival do Rio, o FEStin de Lisboa (Festival de Cinema Itinerante da Língua Portuguesa).

O roteiro da produção, 13ª da carreira de Lúcia Murat, foi realizado com colaboração do escritor Raphael Montes (Jantar Secreto, Dias Perfeitos e Vilarejo), e é uma realização dividida por Brasil, Portugal e Argentina.

Assista abaixo ao trailer de Praça Paris:

Photo gallery Os 25 melhores filmes dos últimos 25 anos segundo o IMDB See Gallery