POLÍTICA
17/04/2018 18:51 -03 | Atualizado 18/04/2018 09:51 -03

Marina Silva pede que denúncias contra Aécio sejam julgadas 'com celeridade e rigor'

Pré-candidata à presidência da República pela Rede usou conta no Twitter para se manifestar sobre decisão do STF.

Ueslei Marcelino / Reuters
Marina Silva, candidata da Rede, usou Twitter para pedir celeridade no julgamento de Aécio.

Marina Silva, pré-candidata à Presidência da República pela Rede, se manifestou publicamente sobre a situação do senador Aécio Neves, que virou réu nesta terça-feira (17) por corrupção e obstrução de Justiça.

A decisão da 1ª Turma do Superior Tribunal Federal de aceitar as denúncias contra Aécio foi comentada por Marina em sua conta no Twitter.

Ela usou a rede social para pedir 'celeridade e rigor' na apuração das denúncias contra o ex-candidato à presidência do País.

Marina Silva tem batido constantemente na tecla de que é preciso acabar com o foro privilegiado, mas as críticas a Aécio são recentes. A candidata da Rede apoiou o senador mineiro na disputa contra Dilma Rousseff nas eleições para presidente em 2014.

Silêncio e ironia

Marina, no entanto, foi a única postulante à Presidência da República a se pronunciar sobre a decisão do STF em relação a Aécio Neves. Pelo menos de forma direta.

Jair Bolsonaro, que lidera as intenções de voto quando Luiz Inácio Lula da Silva não é colocado nas pesquisas, também usou o Twitter para falar sobre a decisão, mas com uma ponta de ironia.

O candidato do PSL usou uma manchete antiga do jornal O Globo com uma frase de Aécio Neves negando ser um candidato 'de direita' e comentou: "Hoje tudo faz sentido".