COMIDA
14/04/2018 14:15 -03 | Atualizado 24/05/2018 15:44 -03

5 razões científicas para você tomar um cafezinho todos os dias

Nesta quinta, 24 de maio, é comemorado o Dia Nacional do Café: aproveite, pois ele faz bem à saúde.

Dia Nacional do Café é celebrado em 24 de maio.
Getty Images
Dia Nacional do Café é celebrado em 24 de maio.

Se você quer exaltar aquele que sempre te dá uma energia extra pela manhã e conforto no final da tarde, este é o lugar certo. A ciência comprova: um cafezinho faz muito bem à saúde.

Além de mandar bem em qualquer momento de nossa rotina e combinar perfeitamente com doces e salgados variados, o café é um santo remédio para o nosso corpo — se consumido com determinada moderação, é claro.

O HuffPost Brasil aproveita a data comemorada nesta quinta-feira, 24 de maio - Dia Nacional do Café - e cita abaixo efeitos do café em nossa saúde. Alguns bem positivos e outro nem tanto. Veja o que algumas xícaras diárias podem fazer por nós:

Bom para o coração

Dezenas de estudos encontraram uma ligação entre o consumo do café e a saúde do coração. De acordo com o Business Insider, mais de 200 estudos já mostraram que pessoas que bebem de 3 a 4 xícaras de café por dia têm 19% menos chances de morrer por doenças cardiovasculares. Os estudos estão reunidos neste artigo publicado no periódico The BMJ.

Combate o câncer

Estudos relacionam que o consumo de duas ou três xícaras de café reduz cerca de 18% o risco de câncer. Outra pesquisa diz que tomar ao menos uma xícara de café pode diminuir em 15% a incidência de câncer no fígado e em 8% o risco de câncer do endométrio.

Dmitry Fisher via Getty Images

Faz bem à memória

Duas xícaras de café diárias podem fazer bem para a memória de longo prazo, uma vez que a cafeína consumida com moderação melhora o processo do nosso cérebro de consolidação da memória. Os resultados são de uma pesquisa da Universidade de Johns Hopkins, feita com 160 voluntários.

Outros estudos publicados no Journal of Alzheimer's Disease e no European Journal of Neurology mostram que a bebida também pode diminuir o risco de Alzheimer e demência na velhice.

Evita depressão nas mulheres

Mulheres que bebem café têm menos chances de desenvolver a depressão, segundo uma pesquisa da Harvard School of Public Health. Após estudarem mais de 50 mil mulheres, cientistas chegaram à conclusão de que aquelas que tomam cerca de 4 xícaras de café ao dia têm 20% menos chances de manifestar a doença.

Diminui o risco de ter diabetes

Um estudo publicado no periódico Jama Internal Medicine revela que beber mais de uma xícara de café pode reduzir em 7% o risco de desenvolver diabetes tipo 2. É preciso lembrar que tudo depende se você adoça (e quanto de açúcar ou adoçante utiliza) o café. O ideal, segundo nutricionistas, é diminuir o consumo de açúcar refinado e preferir açúcares mais naturais, como o estévia (extraído das folhas da planta Stevia rebaudiana) ou acostumar o paladar para bebidas mais amargas.

Getty Images/EyeEm

Nem tudo são flores...

Apesar do consumo moderado representar benefícios, o café também pode causar danos à saúde. As cafeterias da Califórnia, por exemplo, deverão alertar seus consumidores sobre um possível risco de câncer relacionado ao café. Isso porque a Justiça californiana alega que fabricantes e vendedores de café "falharam em fornecer avisos claros" aos clientes sobre o risco de se expor à acrilamida ao beberem café.

Acrilamida, ou propenamida, é a amida derivada do ácido acrílico, produto químico produzido quando os grãos de café são torrados e pode ser cancerígeno. O setor cafeeiro argumentou que o nível de acrilamida no café é considerado seguro e que os benefícios da bebida superam o risco.

Além disso, a cafeína em excesso faz mal, segundo nutricionistas. Segundo periódico científico da Food and Chemical Toxicology, a quantidade máxima de consumo de cafeína por dia é de 400ml, ou três xícaras de 150ml por dia.