POLÍTICA
07/04/2018 11:26 -03 | Atualizado 07/04/2018 11:40 -03

Fachin nega novo pedido de liberdade de Lula

Ao negar o pedido, ministro do STF disse que segue o atual entendimento do STF.

Stringer . / Reuters
Com a decisão, fica mantida a ordem de prisão decretada pelo juiz Sérgio Moro. 

O ministro do Supremo Tribunal Federal, Edson Fachin, negou na manhã deste sábado (7) a liminar para suspender a prisão do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Com a decisão do ministro, fica mantida a ordem de prisão decretada na última quinta-feira (5) pelo juiz Sérgio Moro.

Ao negar o pedido, Fachin disse que segue o atual entendimento do STF e observou que o fato de haver recursos para serem analisados não impede o cumprimento da pena.

O ex-presidente participa neste momento da missa em homenagem à Marisa, que hoje completaria 68 anos e morreu em fevereiro do ano passado.

Lula cumprimentou militantes e subiu em um palanque montado na frente do edifício do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, onde se encontrava desde a última quinta-feira.

De acordo com a Folha de S. Paulo, após a missa, o petista deve se entregar à Polícia Federal de São Paulo.