COMPORTAMENTO
04/04/2018 18:16 -03 | Atualizado 04/04/2018 18:16 -03

8 livros infantis sobre Martin Luther King e outros protagonistas negros

Como discutir o racismo e os seus efeitos com as crianças?

Como discutir o racismo e os seus efeitos com as crianças?
Divulgação
Como discutir o racismo e os seus efeitos com as crianças?

Há 50 anos, Martin Luther King foi baleado na varanda de um apartamento de hotel em Memphis, nos Estados Unidos. No dia anterior, ele havia proferido aquele que ficou marcado como o discurso mais fervoroso do ativista.

"Eu vi a terra prometida. Talvez não chegue até lá com vocês, mas quero que saibam que nós, como um povo, chegaremos à terra prometida", declarou para uma plateia de mais de 10 mil pessoas.

Luther King foi assassinado por um branco segregacionista enquanto liderava um movimento anti-racista nos Estados Unidos. A sua luta, e os seus ensinamentos a partir da não-violência, continuam a ecoar nos movimentos negros e de defesa dos direitos civis.

A sua história é carregada de significados, mas como repassá-la para os pequenos? Como discutir o racismo e os seus efeitos com as crianças? O que é a liberdade, o respeito e a tolerância, na prática?

Adaptada em uma versão mais leve e colorida, mas não menos impactante, a história de Luther King é perfeita para ensinar as crianças a importância de valorizar os protagonistas negros.

No livro Martins e Rosa – Martin Luther King e Rosa Parks, Unidos Pela Igualdade, lançado pela editora Pequena Zahar em 2014, a figura de Luther King é acompanhada de Rosa Parks, ativista que também dedicou a sua vida para denunciar o racismo.

Os autores franceses Raphaële Frier e Zaü narram separadamente as histórias de King e Parks, até o encontro dos dois em uma igreja em Montgomery, no Alabama. Além da vida dos ativistas, o livro traz um episódio mais recente e decisivo para a história dos negros americanos: a eleição de Barack Obama para a presidência.

Martin e Rosa

Divulgação

Além da vida de Luther King e Rosa Parks, estes 7 livros são perfeitos para discutir racismo e negritude com as crianças. Conheça:

O Menino Marrom

Divulgação

"Quem inventou que o contrário de preto é branco?" Essa é algumas das perguntas que Ziraldo faz em seu livro em que discute, de forma leve, como a sociedade enxerga a cor da pele de cada um.

Mandela, o africano de todas as cores

Divulgação

Nelsol Mandela foi o principal líder na luta anti-apartheid na África do Sul. A sua biografia e algumas histórias emocionantes sobre a sua trajetória são contadas nesse livro.

Menina Bonita do Laço de Fita

Divulgação

Qual é a receita para ter uma filha tão linda quanto a menina do laço de fita? Cada vez que o coelho tenta descobrir, a garota conta uma nova história.

Dandara Seus Cachos e Caracóis

Divulgação

Dandara tem cabelos lindos, com cachos, caracóis e muitas ondas. Mas ela queria que os seus fios fossem lisos. Mas quem foi que disse que cabelos lisos são mais bonitos?

Naninquiá, a moça bonita

Divulgação

O autor Rogério Andrade Barbosa morou em Guiné-Bissau. Para escrever esse livro, que conta uma linda história de amor, ele se inspirou em diferentes versões da literatura oral do país africano.

Cadernos de rimas do João

Divulgação

Por meio de poesias, Lázaro Ramos aproxima temáticas diversas do universo das crianças, como o que é a morte, o acaso e o amor.

O Mundo No Black Power de Tayó

Divulgação

Tayó é uma princesinha que tem um objetivo muito claro: servir de espelho para que outras meninas se mirem, se reconheçam e cresçam felizes.

Photo gallery 5 novos livros para pensar sobre as condições do negro no Brasil See Gallery