COMIDA
02/04/2018 09:46 -03 | Atualizado 02/04/2018 09:47 -03

Sim, tem insetos na sua páprica. Eis o que fazer

Não importa se sua páprica seja doce ou defumada: todas podem abrigar insetos.

Photostock Israel via Getty Images

Não fique assustado, mas é bom dar aquela conferida na páprica antes de usá-la na sua próxima receita. Provavelmente não vai ter nenhum problema, mas existe a chance de ela ser a casa de uma colônia de insetos.

Existem vários tipos de bichos que vivem no armário da cozinha e podem invadir sua cozinha. Você pode ter ouvido falar de besouros da farinha, que escapam do pacote e se multiplicam às centenas. (Uma vez voltei de uma viagem e encontrei essa surpresa maravilhosa na minha cozinha.) Você também pode encontrar insetos em temperos e especiarias. Um dos mais suscetíveis à infestação são os baseados em pimenta, como páprica, pimenta caiena e pó de chile.

Muitos cozinheiros sabem o horror que é abrir um pote de páprica e ver o condimento se mexendo. Às vezes os culpados são bichinhos minúsculos, outras vezes são pequenas minhocas (mais sobre elas abaixo). Muitas vezes você nem repara – e eles vão direto para a sua comida.

Como é que esses bichos vão parar ali e o que podemos fazer para impedir? E por que condimentos como páprica e pimenta caiena são mais suscetíveis? Nós temos as respostas.

Caso você precise de uma confirmação visual antes de começarmos, eis um dos vídeos menos nojentos de bichinhos que vivem na páprica:

O que a páprica tem que os insetos tanto gostam?

Conversamos com Jody M. Green, entomologista do Nebraska Extension, no condado de Lancaster, para que ela nos explicasse.

Green disse ao The Huffington Post que, apesar de muitos condimentos estarem sujeitos a problemas de insetos, incluindo cúrcuma, coentro, cominho, erva-doce e gengibre (todos secos), os insetos têm preferência especial pelos feitos com pimentas.

"As pimentas são ricas em minerais e vitaminas, e a páprica e a pimenta caiena têm alta prevalência de dejetos de insetos em comparação com outros condimentos importados", disse ela ao The Huffington Post.

Não importa se sua páprica seja doce ou defumada: todas podem abrigar insetos. Green diz que eles gostam "particularmente de produtos derivados de pimentas secas, como pimenta calabresa, páprica, pó de chile e pimenta caiena". Por quê? Por que esses condimentos são ambientes adequados para que os insetos se multipliquem.

"A família das pimentas parece ter os requisitos nutricionais necessários para várias gerações de bichinhos", explica Green.

E, se estivermos pensando em termos de aplicações culinárias, a páprica é especialmente propensa a essa invasão porque é um tipo de condimento não muito usado na cozinha americana. O vidrinho costuma ficar esquecido no armário durante longos períodos, o que permite que os insetos vivam sua vida sem maiores distúrbios.

O que são esses bichinhos, afinal?

Os mais comumente achados em condimentos, em particular na páprica e na pimenta caiena, são o besouro de cigarro e o besouro de farmácia.

Alamy
An extreme closeup of a drugstore beetle, which looks more like a tiny black sesame seed to the human eye.

Green diz que os dois besouros são da mesma família, têm cor avermelhada e o tamanho aproximado de uma semente de gergelim. Eles voam, e não é incomum ouvi-los batendo em paredes de armários na cozinha. Green diz que eles vivem em folhas de tabaco secas e produtos farmacêuticos (como indicam seus nomes), mas também em comida de animais domésticos, cereais, condimentos e frutas secas.

Por que eles às vezes se parecem com minhocas?

Às vezes seus condimentos parecem estar infestados por minhocas minúsculas. Mas na verdade são os mesmos insetos descritos acima – bebês. Se você pensar no ciclo de vida dos insetos, faz todo o sentido.

"Esses bichos são besouros, então eles passam por metamorfose completa (como uma borboleta)", afirma Green. "Então eles têm ovos, larvas, pupas e estágio adulto. As minhocas vistas em condimentos são os insetos em forma de larva."

"Eles têm cor de creme, três pares de pernas, uma cabeça alaranjada, cabelos e boca", continua Green, apesar da nossa ânsia de vômito. "Usam fragmentos da fonte de comida para criar uma célula, onde vão transformar-se em pupas e, depois, em insetos adultos."

Eca.

Como é que os bichos vão parar nos condimentos?

Esses bichos estão sempre nos condimentos? Ou eles entraram lá? A segunda opção é a resposta mais provável.

Green explica que a maioria dos condimentos consumidos nos Estados Unidos é importada, e "não é raro que eles estejam contaminados com 'sujeira' (pedaços de insetos), então são grandes as chances de que o produto tenha sido contaminado depois da colheita, antes de chegar [aos Estados Unidos]".

Mas ela diz que é mais provável que a fonte da contaminação seja durante o processo de tratamento. Na jornada do processamento até o consumo, existem inúmeras chances para os insetos entrarem no produto.

"Besouros adultos voam e conseguem entrar nos lugares em que os condimentos são armazenados por meio de frestas, portas abertas, janelas sem tela, carros infestados, recipientes e assim por diante", diz Green. "Em ambientes com comida e temperatura adequadas, eles prosperam e se reproduzem. Nas plantas de processamento, nos armazéns e até mesmo nos supermercados, a infestação pode ser transferida pelos equipamentos. Besouros do cigarro e da farmácia às vezes penetram tampas de plástico, alumínio e metal."

Uma vez em casa, a infestação do condimento não para. "As pessoas podem trazê-los para casa em qualquer um dos estágios de vida, e o ciclo continua!", diz Green, talvez um pouco empolgada demais.

Existe alguma coisa que podemos fazer para acabar com essa loucura?

Sim! Apesar de seus condimentos sempre conterem fragmentos de insetos, o que está fora do seu controle, você pode pelo menos interromper o ciclo de vida deles. Eis o que Green sugere.

  • Inspecione o produto na loja. Confirme que a embalagem está intacta. Se ela for transparente, procure larvas e besouros.
  • Coloque os condimentos no congelador durante quatro dias (certifique-se de que seu congelador está a pelo menos 17,8 graus negativos) antes de transferi-los para o armário.
  • Se você comprou condimentos a granel, guarde-os no congelador em vidrinhos bem selados.
  • Use sempre os condimentos mais velhos primeiro. Uma boa maneira de garantir isso é sempre guardar os mais novos no fundo do armário.
  • Mantenha as superfícies da cozinha limpas.
  • Existem armadilhas baseadas em feromônios de uso comercial, mas elas são específicas e podem não ser eficazes na redução da população, pois atraem um único sexo, e os bichos podem já ter se acasalado.

Agora pode checar os condimentos da sua cozinha. A gente sabe que você quer.