ENTRETENIMENTO
23/03/2018 15:31 -03 | Atualizado 23/03/2018 23:58 -03

O mecanismo: A série que quer mostrar para o mundo como funciona a corrupção

Baseada na Operação Lava Jato, série conta como se desenrolou o novelo do maior escândalo de corrupção do País.

Divulgação

Muito antes da 'República de Curitiba', protagonizar a Operação Lava Jato, a linha do novelo que expôs o maior esquema de corrupção do País começou a ser desenrolada em Londrina, a cerca de 400 quilômetros da capital paranaense.

Foi lá que o delegado Gerson Machado, 6 anos anos da Lava Jato ser deflagrada, reuniu provas contra o doleiro Alberto Youssef e informações de que um posto em Brasília (que curiosamente não tem lava jato) era usado para lavar dinheiro.

Gerson é Marco Ruffo, interpretado pelo ator Selton Mello, e Alberto Youssef é Roberto Ibrahim, na atuação de Enrique Diaz, em O Mecanismo, criada pelo diretor José Padilha - diretor de Ônibus 174 e Tropa de Elite - e dirigida em parceria com Elena Soares.

Inspirada no escândalo, a série que estréia nesta sexta-feira (23), mostra como uma linha foi puxando a outra em um roteiro no qual os fios já renderam mais de 40 fases na investigação e continuam a surpreender os brasileiros.

A trama, embora tenha nascido de uma experiência real que tem ajudado a definir politicamente a vida dos brasileiros, traz personagens como Verena Cardoni, uma policial federal interpretada pela atriz Carol Abras. Não há uma figura equivalente a ela no roteiro da vida real. Justamente por isso, a série consegue envolver quem está assistindo e fazer com que o fio da meada não se perca, como ocorre com quem acompanha a operação apenas pelo noticiário.

A angústia dos personagens é um ponto essencial para atingir o que parece ser um dos objetivos da série: mostrar que a corrupção não tem partido nem lado.

Os primeiros episódios focam no esforço de Ruffo em provar que Ibrahim está envolvido em algum esquema de corrupção, inicialmente não há ligação explícita com a política, o mesmo que ocorreu entre Gerson e Youssef.

Apesar de não ter conversado com Selton Mello para elaboração do personagem, Gerson, segundo Padilha, diz que a rotina dele era bem parecida com a do personagem. "Ele tentava a todo custo mostrar que havia algo errado, mas era acusado de perseguição", diz o diretor.

Gerson foi obrigado a se afastar das investigações, entrou em depressão e se aposentou aos 49 anos. No ano seguinte ao que deixou a Polícia Federal, a Lava Jato foi às ruas.

Assista o trailer.

O Mecanismo integra a lista crescente de produções originais da Netflix no Brasil, que inclui a série Coisa Mais Linda, 3%, Samantha!, O Matador, Laerte-se, além dos especiais de comédia estrelados por Felipe Neto, Marco Luque, Clarice Falcão, Rafinha Bastos e Edmilson Filho.