COMIDA
15/03/2018 17:54 -03 | Atualizado 15/03/2018 17:56 -03

Por que temos cãibras depois de beber? Os especialistas explicam

A culpa pode ser da dança.

Krakozawr via Getty Images

Nada é pior que voltar da balada, dormir e acordar no meio da noite com cãibra nas pernas.

Mas por que isso acontece depois de alguns drinques?

"Cãibras musculares são contrações musculares involuntárias e dolorosas dos músculos esqueletais", explica Jonathan Chick, assessor médico do Drinkaware.

"Apesar de não serem uma queixa clínica comum, as causas e os tratamentos para a cãibra não estão bem estabelecidos."

Em uma pessoa saudável, exercícios são a causa mais comum das cãibras, afirma ele.

Se você aplicar esse raciocínio à bebida, as cãibras podem ocorrer porque você dançou muito ou passou muito tempo em pé.

"Além disso, se você bebeu, mas não comeu, os níveis de glicose do organismo podem cair, e esse é um outro motivo que explica a concentração de ácido lático", diz Chick.

Ele acrescenta que pessoas que bebem em excesso e vão parar no hospital com crises de abstinência tendem a ter baixos níveis de potássio e magnésio, o que pode ter impacto nas funções musculares.

"Esses pacientes às vezes sentem cãibra imediatamente", explica Chick. "Ela pode durar semanas depois de a pessoa parar de beber, o que provavelmente reflete danos semipermanentes nos nervos que servem a musculatura. Mas isso pode ser revertido com abstinência e nutrição controlada."

Chick sugere que esse tipo de cãibra pode ser relacionado à deficiência de tiamina (vitamina B1), pois quem bebe em excesso pode ter dificuldade em absorver a vitamina.

Para evitar cãibras, Claire Morrison, médica da farmácia online MedExpress, sugere beber bastante água e fazer um alongamento leve antes de deitar.

*Este texto foi originalmente publicado no HuffPost UK e traduzido do inglês.