ENTRETENIMENTO
06/03/2018 21:41 -03 | Atualizado 06/03/2018 21:41 -03

Demi Lovato leva ao palco sobreviventes do tiroteio da Flórida

“Isso não é sobre política. É sobre comunidade.”

Kevin Mazur via Getty Images
Nos bastidores, Demi Lovato ao lado de Eden Hebron, Heather Hebron, Julius Castillo, Mackenzie Marie Chapman, Sarah Stticker, Maia Hebron, and Samantha Megan Deitsch. 

Demi Lovato deu o pontapé inicial em sua turnê mundial Tell Me You Love Me no fim de fevereiro homenageando sobreviventes do tiroteio em massa que aconteceu em uma escola em Parkland, Flórida, no começo do mês passado.

A cantora, que vem sendo uma forte defensora da consciência e recursos de saúde mental, recebeu no palco um grupo de sobreviventes antes de se lançar na inspiradora balada Warrior durante um show em San Diego, Califórnia.

"Em 14 de fevereiro, aconteceu um dos piores tiroteios em massa da história americana. Naquele dia esses estudantes estavam na escola", disse Lovato.

A antiga estrela da Disney encorajou o público a fazer uma doação para a Cast Foundation, um núcleo sem fins lucrativos do Cast Centers, que pertence a Lovato e que dá suporte a pessoas que estão lutando contra distúrbios de saúde mental e vícios.

"Vamos nos unir como Lováticos, como pessoas", ela disse, pedindo aos fãs ajuda na arrecadação de fundos para o suporte de saúde mental para as pessoas de Parkland. "Isso não é sobre política. Isso é sobre comunidade."

Por meio de sua fundação, Lovato também oferece terapia e aconselhamento gratuitos para o público dos shows antes de cada parada na turnê.

KEVIN MAZUR VIA GETTY IMAGES
SAN DIEGO, CA - FEBRUARY 26: (L-R) Demi Lovato, Samantha Megan Deitsch, Eden Hebron, Maia Hebron, Mackenzie Marie Chapman, Julius Castillo, and Sarah Stricker onstage at Demi Lovato "Tell Me You Love Me" World Tour Opener at Viejas Arena at Aztec Bowl San Diego State University on February 26, 2018 in San Diego, California. (Photo by Kevin Mazur/Getty Images for Philymack )

Lovato fretou um jato particular para trazer as pessoas da Flórida para a Califórnia.

"Foi uma honra conhecê-las e ouvir suas histórias corajosas", disse a cantora. "Quero ter certeza que suas vozes estão sendo ouvidas e que possamos fornece-lhes a saúde mental e os cuidados pós-traumáticos de que necessitam."

(Obrigada por tudo que você me ajudou)

(Ainda em choque! Muito obrigada por tudo @ddlovato. Você e sua equipe são muito carinhosos e solidários)

(No momento em um jato particular graças a @ddlovato, indo conhecer minha ídola de infância, o que é uma loucura porque se fosse qualquer semana normal eu estaria me preparando para a escola amanhã. Não vejo a hora de voltar para a escola, mas não vejo a hora mais ainda de conhecer Demi!)

Lovato foi ao "CBS This Morning" explicar porque estendeu a mão aos adolescentes após o tiroteio e os convidou para seu show.

"Ver algo tão perturbador assim é muito doloroso. (...) Meu coração está com eles."

(Na noite passada, @DDLovato convidou para seu show sobreviventes do tiroteio mortal da Flórida para compartilharem suas histórias.)

*Este texto foi originalmente publicado no HuffPost US e traduzido do inglês.