COMPORTAMENTO
06/03/2018 14:34 -03 | Atualizado 13/03/2018 11:14 -03

5 passos para você não matar o seu cacto afogado (ou de fome)

Sim. Isso é possível.

edufoto via Getty Images
Os cactus são plantas resistentes e que precisam de poucos cuidados.

Você já está cansado de saber que os cactus são conhecidos por serem espécies super resistentes. Eles vivem em ambientes muito secos e expostos a grande quantidade de raios solares, como as regiões desérticas. Então, são perfeitos para aqueles tipos de pessoas que querem ter um pouco mais de verde em casa, mas não querem ter trabalho com a manutenção das plantinhas.

Certo? Quase isso. Apesar de exigirem poucos cuidados, para os seus cactus permanecerem sempre saudáveis você precisa, sim, prestar atenção em seus sinais de vitalidade. É muito comum acabar matando o seu cacto afogado ou até mesmo de sede. Veja estas dicas.

1. Cuidado para não matar os cactus de sede

Getty Images/Dorling Kindersley

A rega adequada dos cactus deve acontecer de 7 em 7 dias no verão e a cada duas semanas durante o inverno. Nesse processo, o seu melhor medidor será o seu dedo. Sinta se a terra do vaso está úmida ou se ela precisa de água com mais frequência.

2. Mas também não deixe o cacto se afogar

Getty Images/iStockphoto

Preste atenção no tamanho e no porte da sua planta. Para um mini-cacto, uma pequena colher de chá de água é suficiente. Se o cacto for maior, teste 2 ou 3 medidas da colher de chá. Lembre-se de regar somente a terra, e não a planta inteira.

3. Plante o seu cacto em um recipiente adequado

Getty Images/iStockphoto

Escolha um vaso com um bom sistema de drenagem para que a água em excesso escorra. Se a água se acumular no recipiente, é provável que a raiz da sua planta apodreça. Outra dica é cobrir o vaso com uma camada de pedrinhas. Isso ajuda que a terra mantenha a umidade apropriada. Mas cuidado, o ideal é que sejam pedrinhas naturais ou até mesmo cascas de madeira. As pedrinhas brancas de mármore são lindas, mas liberam uma propriedade química que pode envenenar sua planta. Lembre-se sempre de limpar os musgos e as ervas daninhas do recipiente.

4. Ar + Sol = Cacto feliz

Juj Winn via Getty Images

Não é preciso muito, apenas deixar o seu cacto em um ambiente em que ele possa receber ar fresco e iluminação solar a vontade. Se você não possuir uma área externa, prefira deixar os cactus próximos a alguma janela. Mas cuidado com a chuva, senão eles vão acabar sofrendo com o excesso de água.

5. Plantas também sentem fome

Getty Images/iStockphoto

Nem só de água vive o ser vivo. Alimente suas plantas preparando adubos para a terra, já que elas precisam renovar o seu material orgânico. Você pode adicionar o adubo mensalmente à terra.

o mundo natural de Winnie-the-Pooh: uma caminhada pela floresta que inspirou o bosque dos cem acres