ENTRETENIMENTO
25/02/2018 06:00 -03 | Atualizado 26/02/2018 09:57 -03

Talvez você não saiba, mas George Harrison já regravou 'Anna Julia', do Los Hermanos

Meses antes de morrer, ex-Beatle gravou as guitarras de cover em inglês lançada por Jim Capaldi.

Reprodução/Facebook/Pat Kinzer Mancuso
George Harrison em 1969, um ano antes do fim dos Beatles.

Se estivesse vivo, George Harrison completaria 75 anos neste domingo (25).

O membro mais novo, espiritualizado e calado dos Beatles, o multi-instrumentista, cantor, ator, compositor e produtor de cinema teve uma carreira recheada de projetos curiosos após o término da banda mais celebrada da história da música.

Harrison foi o primeiro a lançar um disco solo após o fim dos Fab Four. E foi triplo, com 23 canções, chamado All Things Must Pass. Nos anos 1970, ele também organizou o The Concert for Bangladesh, evento em prol dos refugiados do país asiático que rendeu um filme e também um álbum.

O ex-Beatle criou seu próprio selo, o Dark Horse, e uma produtora, a HandMade. Lançou Faster, uma música em homenagem ao universo da Fórmula 1, pelo qual nutria profundo interesse, e patrocinou A Vida de Brian, filme clássico do grupo britânico de humor Monty Phyton – outra paixão do músico.

Em 1988, Harisson integrou o supergrupo The Traveling Wilburys ao lado de ninguém menos que Jeff Lynne, Roy Orbison, Bob Dylan e Tom Petty. Roy Orbison sofreu um ataque cardíaco fatal após o lançamento do primeiro álbum homônimo da banda. O segundo e último álbum – também homômino - foi especialmente produzido em homenagem a Orbison.

Corta para os anos 2000.

Chega-se então ao que é provavelmente o projeto mais curioso no qual o autor de Here Comes the Sun se envolveu. Em 2001, Harrison participou de um cover em inglês da música Anna Júlia, o maior hit da extinta banda carioca Los Hermanos – lançada dois anos antes.

Isso mesmo, Anna Júlia.

Quem lançou a música foi Jim Capaldi (1944-2005), ex-integrante da banda Traffic, em um disco solo intitulado Living on the Outside. Casado com a brasileira Ana Capaldi, o músico simpatizou com o hit de Marcelo Camelo ao passar uma temporada no Brasil e resolveu fazer sua própria versão.

Para a gravação, Capaldi convidou o ex-Beatle parra tocar as guitarras, Paul Weller (The Jam) para o backing vocal e Ian Paice (Deep Purple) para a bateria.

Em uma entrevista à BBC Brasil naquele ano, o músico contou que a participação de Harrison foi motivada pela amizade que os dois tinham.

"Harrison é um grande e velho amigo. Já tínhamos trabalhado juntos no meu último álbum solo, em 1990. E, como somos vizinhos, passamos praticamente todo os anos de 1996 e 1997 trabalhando juntos em diversas músicas para o disco novo dele. Mas os primeiros sinais do câncer no pulmão de Harrison fizeram com que o nosso projeto musical fosse suspenso. Finalmente, no natal de 1999, apresentei um trechinho da Anna Julia para Harrison e o convidei a participar da regravação desta que considero uma pequena grande música."

Ouça a canção:

Essa foi provavelmente o último som de guitarra gravado na carreira de George Harrison. O ex-Beatle morreu em 29 de novembro daquele ano em decorrência de um tumor no cérebro, causado por um câncer.

Photo gallery Os Muppets em seus melhores momentos musicais See Gallery