COMPORTAMENTO
23/02/2018 17:13 -03 | Atualizado 23/02/2018 17:13 -03

A amante deveria contar para a esposa que o marido está traindo?

Especialistas discutem o que a outra mulher – ou homem – deveria fazer.

Psicólogos discutem como lidar com a traição.
Getty Images
Psicólogos discutem como lidar com a traição.

Seis meses depois de se casar, em 2006, a escritora Tracy Schorn recebeu um telefonema muito inesperado de uma pessoa muito inesperada: a amante do seu marido.

"A mulher disse: 'Aposto que você está se perguntando onde seu marido está. Ele está comigo'", diz Schorn, autora de Leave a Cheater, Gain a Life: The Chump Lady's Survival Guide (Deixe um Traidor, Volte a Viver: O Manual de Sobrevivência da Mulher Enganada, em tradução livre), recordando aquela voz do outro lado da linha.

À medida que a amante dava mais detalhes sobre o caso – inclusive se vangloriando de ter acabado com o casamento anterior do marido –, Schorn se esforçava para processar aquilo tudo.

"Então eu disse: 'Oh, meu Deus, espero não estar grávida.' Após ouvir isso, ela começou a chorar. Foi surreal, para dizer o mínimo", contou Schorn ao HuffPost.

Antes de terminar a conversa, Schorn agradeceu à mulher por ligar.

"Ela era uma pessoa tóxica, mas ainda sou grata por ter me dito aquilo, ainda que suas intenções não fossem boas", diz a escritora. "Levei um tempo para agir, mas deixei meu marido."

A experiência de Schorn envolve uma questão ética difícil, enfrentada por quem tem um caso com pessoas que estão há tempos numa relação: você contaria para o marido/esposa? Você deve contar sua história ou é o impulso de falar a verdade para a pessoa?

Antes de fazer a ligação, é importante levar em conta se o affair foi um único encontro ou se é um relacionamento mais profundo e prolongado, diz Megan Fleming, psicóloga e terapeuta sexual de Nova York.

"Se o romance ficou no passado e a outra pessoa está comprometida com o casamento, eu aconselharia não contar", diz ela. "Manter esse segredo é doloroso, mas, da forma como vejo, você provavelmente poderia destruir uma relação que o casal já conseguiu reconstruir se jogar isso na cara da pessoa."

A escritora Kate Rose enfrentou esse dilema anos atrás, quando foi a "outra mulher" de um homem. Na época, ele lhe deu total apoio para fazer o que ela achasse que era certo. No final, ela manteve o segredo. "Havíamos estado juntos por dois anos, e eu não queria tomar decisões por ele", disse Rose ao HuffPost. "Não queria obrigá-lo a fazer nada, nem trair a confiança que havíamos construído. Deixei que ele resolvesse contar. Afinal, era o relacionamento dele que estava sendo afetado. Concluí que era sua a escolha ser honesto, não minha."

Infelizmente, essas revelações quase nunca trazem o benefício esperado e podem produzir o efeito contrárioAlicia H. Clark, psicóloga de Washington, D.C.

Para o amante, é importante considerar os próprios motivos para revelar o caso, diz a psicóloga Alicia H. Clark, de Washington. Às vezes, após serem rejeitados, os amantes contam o segredo para se vingar ou tentando recuperar poder. Isso raramente funciona em seu favor, afirma a terapeuta.

"Você pode querer abrir a boca ou punir a pessoa casada por ficar com o parceiro, ou buscar algum nível de legitimidade para uma relação que passou tempo demais nas sombras ou sendo rejeitada", explica. "Infelizmente, essas revelações quase nunca trazem o benefício esperado e podem produzir o efeito contrário."

Às vezes, o desejo de contar realmente reflete uma boa intenção, diz Fleming. Esse pode ser o motivo da revelação, caso o relacionamento tenha sido curto ou se o amante não tinha ideia de que a pessoa estava numa relação monogâmica.

Fleming cita uma história que aconteceu com uma de suas clientes casadas. "O marido dela havia se encontrado com mulheres no Twitter e mantido conversas eróticas (sexting), até que uma dessas mulheres contou para ela", diz Fleming. "A mulher lhe disse num e-mail: 'Pensei que você gostaria de saber, do mesmo jeito que eu teria gostado.'"

A revelação casou uma reviravolta no casamento – mas depois o fortaleceu.

"Foi uma crise para o casal, mas sempre digo que crises são oportunidades", afirma Fleming. "Foi uma oportunidade de ter as conversas que eles não tinham e de explorar as necessidades e os desejos de ambos que não estavam sendo atendidos."

Hoje, Fleming diz que a mulher e o marido estão novamente comprometidos com o casamento e amadurecendo como parceiros."A revelação acabou sendo útil", afirma.

Schorn, que iniciou o blog Chump Lady após finalmente deixar seu marido infiel, diz que quase sempre aconselha os amantes a serem honestos.

"A menos que você realmente não soubesse que a pessoa era casada, você era parte da conspiração contra ela", afirma. "Isso é sexualmente humilhante. Ela não deu consentimento para ser traída. O mínimo que você pode fazer é lhe devolver um pouco de dignidade e falar a verdade. Aceite as consequências das suas ações, e depois vá embora."

Rose, a ex-amante mencionada no início desta reportagem, acredita que cada caso é um caso e diz que não há um conselho que sirva para todo mundo nessa situação. Ainda assim, ela recomenda que os amantes devem considerar cuidadosamente suas intenções ao contar para o marido/esposa. Isso não vai acabar bem se o que você espera é terminar com o casamento de seu parceiro e recomeçar a sua relação com ele.

"Se você é o outro e pensa que seu parceiro virá correndo se você falar a verdade para a esposa ou o marido, está muito enganado", diz ela. "O amor não funciona assim."

Photo gallery
19 festas de casamento que aperfeiçoaram a tendência de vestidos que não combinam
See Gallery