COMIDA
16/02/2018 11:12 -02 | Atualizado 16/02/2018 11:35 -02

Alimentos ultraprocessados podem aumentar risco de câncer, diz estudo

Segundo pesquisadores da universidade francesa Sorbonne Paris Cite, há uma ligação entre alimentos processados e o câncer.

Já se sabe que hábitos alimentares afetam o risco de câncer.
notwaew via Getty Images
Já se sabe que hábitos alimentares afetam o risco de câncer.

Quanto mais comidas altamente processadas você ingere, maior é a chance de desenvolver um tumor. Esta é a conclusão de um estudo realizado com mais de 10 mil pessoas pela universidade francesa Sorbonne Paris Cite.

Pulicada no Britsh Medical Journal, a pesquisa sugere uma ligação entre alimentos ultraprocessados (que são altamente modificados industrialmente). Quando uma pessoa aumenta em 10% o consumo de alimentos ultraprocessados na dieta, ela tem um risco 12% maior de desenvolver câncer.

Por ano, em média, há 79 cânceres a cada 10 mil pessoas. Se o consumo de processados aumentasse em 10%, isto provocaria mais 9 casos de câncer a cada 10 mil pessoas.

O estudo contou como comidas ultraprocessadas: barra de chocolate e doces industrializados, refrigerantes, nuggets de frango e de peixe, macarrão e sopa instantânea, comidas prontas congeladas, enlatados e embutidos, como salsicha, linguiça, e alimentos com altos teores de açúcares, óleos e gorduras.

Já se sabe que hábitos alimentares afetam o risco de câncer. A obesidade, por exemplo, é um dos fatores de risco, assim como consumir álcool e fumar em excesso.

Além disso, o estudo diz que os alimentos ultraprocessados também podem turbinar as chances de câncer. "Esses resultados sugerem que o aumento rápido do consumo destes alimentos pode crescer consideravelmente os casos de câncer nas próximas décadas", alertou o estudo, que lembrou que cerca de 18% dos franceses ingerem alimentos superprocessados diariamente.

Em contrapartida, alimentos in natura, que levam o mínimo de processos industriais, podem ser a chave para uma boa alimentação. São eles frutas, legumes, verduras, carnes e produtos orgânicos.