COMIDA
01/02/2018 15:54 -02 | Atualizado 01/02/2018 15:54 -02

Por que você provavelmente fica mais bêbado do que acha que vai ficar

Vários fatores complicam a conta para saber quanto você realmente está bebendo.

izusek via Getty Images

Em dezembro de 2017, uma revista científica de medicina relatou que as taças de vinho vêm aumentando de tamanho desde o século 18, mais especialmente desde 1990. Hoje em dia, as taças comportam 450 ml, mas começaram com apenas 60 ml.

O consumo de álcool também aumentou no período – e, embora a pesquisa não comprove a relação entre o tamanho dos copos e o aumento do consumo, ela questiona se não existe relação entre as duas coisas.

E ainda há outros motivos para ficar confuso.

Instants via Getty Images
Are these wine glasses too large?

Muita gente pede um drink no bar achando que é isso que vai receber: um drink. Mas muitas cervejas têm um teor alcoólico mais alto que os tradicionais 4% e 5% -- e cada ponto percentual extra aumenta dramaticamente a quantidade de álcool circulando em seu sangue. O mesmo vale para o vinho e outras bebidas, é claro.

Muitos barmen não usam medidor para preparar drinks (porque eles querem parecer descolados) – o que significa que não há como saber exatamente quanto álcool você está ingerindo naquele gin tônica.

Outro complicador é a questão das recomendações oficiais. Um pint de cerveja (426 ml) é mais que as duas unidades, de acordo com a conta do governo norte-americano. Com taças de vinho maiores e doses arbitrárias servidas nos bares, quem vai saber quantas unidades está realmente tomando?

Você pode achar que bebe socialmente, mas é cada vez mais fácil beber mais que o desejado.

********

Mais sobre esse assunto:

  • O governo americano sugere que mulheres bebam no máximo um drink por dia; dois no caso dos homens. Isso corresponde a cerca de 350 ml de cerveja comum (com 5% de álcool), 150 ml de vinho (com 12% de álcool) ou 45 ml de destilados (com 40% de álcool).
  • Recomendações recentes do governo britânico sugerem que você não deveria ingerir mais de 14 unidades de álcool por semana, um número muito inferior à recomendação de 1990, que era mais ou menos o dobro disso. Em 1979, 56 unidades de álcool eram consideradas OK.
  • É bizarramente difícil tomar um drink com pouco álcool num bar, especialmente com os altos preços de hoje. Essa reportagem do site Deadspin mostra as margens de lucro exorbitantes dos bares americanos.
  • Muitas cervejas populares nos Estados Unidos, como Blue Moon Belgian White Ale e Sierra Nevada Pale Ale, têm mais de 5% de álcool. A cerveja mais popular dos EUA (excluindo as light), a Budweiser, tem 5% de álcool. Os produtos de cervejarias menores geralmente têm teores alcoólicos ainda mais altos.
  • O British Journal sugere ser possível que "um copo ou taça maior aumente o tamanho da dose servida e, por sua vez, a quantidade ingerida". Uma simples mudança no tamanho dos copos foi capaz de mudar os hábitos.
  • Se você quiser saber quanto está bebendo, há taças de vinho que indicam as doses de maneira sutil.

*Este texto foi originalmente publicado no HuffPost US e traduzido do inglês.