Roubo de marmita: As histórias mais bizarras foram contadas no Twitter

"Num lugar que trabalhei, alguém não satisfeito em roubar a carne, colocava um ovo cozido no lugar".
O usuário Samir Salim Jr. relatou um roubo de marmita em seu trabalho e outras pessoas compartilharam suas próprias histórias.
O usuário Samir Salim Jr. relatou um roubo de marmita em seu trabalho e outras pessoas compartilharam suas próprias histórias.

Roubo de marmita é um assunto delicado. Acontece em diversos ambientes corporativos e, aparentemente, estes 'surrupiadores' não têm a menor decoro quando o assunto é comer a comida alheia. E o Twitter provou isto nesta terça-feira (30).

O usuário Samir Salim Jr. relatou um roubo de marmita em seu trabalho e outras pessoas compartilharam suas próprias histórias -- uma mais bizarra que a outra.

Tudo começou com este tuíte.

Lembrando do dia que colega de trabalho no jornal foi abrir sua marmita pra jantar e alguém tinha ROUBADO O FRANGO.

Só tinha arroz e uma salada.

— Samir Salim Jr. (@samirsalimjr) 29 de janeiro de 2018

E logo surgiram historias como estas.

Pelo menos não deixava um buraco, achei um ladrão bonzinho

— Isabelinha (@sukialanis) 29 de janeiro de 2018

Parece que existiram outros "ladrões bonzinhos" nas firmas pelo Brasil. Um desses até se dava ao trabalho de lavar a marmita.

Comigo aconteceu uma vez. Fui pegar o pote na geladeira e ele estava vaziozinho e lavado. Limpinho. Foi engraçado porque eu só lembrava que a comida nem era grande coisa para alguém se dar esse trabalho.

— José Eduardo Alen (@Ze_Alen) 29 de janeiro de 2018

E não foi um caso isolado, não.

Também rolaram ideias um pouco criativas para combater estas situações.

minha mãe trabalhava num posto de saúde em que os funcionários pegavam coca da geladeira como se estivessem na própria casa.

um dia ela pegou uma coca e encheu de laxativos.

fim.

— renã (@renao) 29 de janeiro de 2018

Minha mãe colocava corante na comida pra deixar a língua do meliante azul

— 🐣 Cansadíssima 🐣 (@NahChocada) 29 de janeiro de 2018

Minha mãe trabalhou onde hj é o Museu da Imigração, em SP. Sempre cozinhou muito bem. Cansou de ter sua "mistura" roubada. Especialmente às segundas-feiras. Comprou marmita com 🔐. The End.

— Cilene Elisa (@cileneusa) 29 de janeiro de 2018

Algumas medidas eram bem extremas.

Teve até desabafo no finado MSN.

Outros roubos foram pra lá de estranhos.

Trabalhei num lugar que o patrão comeu a coxa de frango e as batatas fritas da marmita da aux de serviços gerais. Reforma trabalhista antes da propria reforma

— I hate men, but I'm not a lesbian (@fogeluana) 29 de janeiro de 2018

E, aparentemente, estes roubos podem acontecer em QUALQUER LUGAR.

E nenhuma comida está a salvo.

Aqui na firma, uma colega foi almoçar e tinham roubado o bife de fígado.

Se bem que, neste caso, me parece mais alucinação dela.

Quem rouba BIFE DE FÍGADO?

— Manuel Rolim (@manelrolim) 29 de janeiro de 2018

GENTE, QUEM ROUBA BIFE DE FÍGADO???

Comidas arruinadas