MULHERES
18/12/2017 17:04 -02 | Atualizado 20/12/2017 10:01 -02

Vale lembrar que Anitta proibiu edição na cena de 'Vai Malandra!' em que celulites aparecem

“Eu falei: ‘Deixa a celulite aí’. Vou me preocupar com isso? Não precisa, não”.

Ela prometeu e conseguiu. "Vai malandra" está entre nós.
Divulgação
Ela prometeu e conseguiu. "Vai malandra" está entre nós.

Anitta lançou o single "Vai malandra" nesta segunda-feira (18) acompanhado do clipe. E não se fala em outra coisa nas redes sociais. Uma das cenas mais comentadas do último vídeo do projeto "CheckMate" ficou por conta da abertura: o bumbum de Anitta sem nenhum retoque e com celulites à mostra.

Depois de mostrar versatilidade no reggaeton e no pop radiofônico, Anitta volta às origens com Vai Malandra. A música é um genuíno funk carioca com batidas mescladas ao hip-hop, feita em parceria com MC Zaac (Vai Embrazando e Bumbum Granada) e Maejor ft. Tropkillaz e DJ Yuri (Oh Novinha e Tá Tranquilo, Tá Favorável). Mas parece que a celulite à mostra falou mais alto para alguns.

E a própria Anitta revelou que decidiu manter as celulites nas imagens. Em participação no programa Adnight, da Rede Globo, ela falou sobre o projeto CheckMate e sobre as celulites.

"Fazer um clipe por mês não é difícil, difícil é ficar magra pra fazer um clipe por mês. Estavam editando um clipe ontem, tinha umas celulites, e eu disse: 'deixa a celulite aí! Vou mais me preocupar com isso não. Assume a celulite, não precisa de nada".

Anitta voltou a falar sobre o assunto em um vídeo no YouTube, antes do lançamento do clipe:

Me entregaram uma edição limpinha do clipe e eu disse que queria sujinha.

Mas só mostrar o corpo real não impediu a objetificação e hipersexualização do corpo das mulheres no clipe. Nas imagens, gravadas no Morro do Vidigal, no Rio, ela também aparece usando um biquíni de fita isolante ao lado de outras modelos.

E também não dá para deixar de mencionar que a direção do clipe é do fotógrafo Terry Richardson, considerado o Harvey Weinstein do mundo da moda -- por ser igualmente acusado de assédio por várias mulheres que, por muito tempo, foram silenciadas. As denúncias vieram à nota recentemente e várias marcas encerraram contratos com Richardson.

Anitta também falou sobre o caso por meio de uma nota. A cantora pensou em recorrer à Justiça assim que soube das acusações. No entanto, decidiu não cancelar o lançamento do clipe em respeito aos moradores do Vidigal que participaram da produção.

Veja o texto na íntegra:

"Imediatamente após tomar conhecimento sobre as acusações de assédio que envolvem o diretor Terry Richardson solicitei que minha equipe avaliasse o contrato para verificar o que juridicamente poderia ser feito. Estudamos todas as possibilidades, que foram além das questões jurídicas, passando também pelo envolvimento emocional, levando em consideração o imenso trabalho digno de todos os artistas e colaboradores que de alguma maneira fizeram este clipe acontecer. Esse não é um trabalho de uma pessoa só. Manterei minha promessa aos moradores do Vidigal e aos meus fãs lançando o clipe de "Vai Malandra" em dezembro deste ano. Mostrando um pouco das minhas origens e mais sobre o funk carioca, do qual me orgulho muito de ser representante."

Na mesma medida que foi criticada, a cantora foi muito elogiada:

E teve até gente "querendo ser" a celulite da Anitta:

E muitas mulheres se sentiram representadas.

Afinal, quem não tem celulite, não é mesmo?

Pois é.

Photo galleryA fórmula do sucesso de Anitta See Gallery