COMPORTAMENTO
16/12/2017 15:28 -02 | Atualizado 16/12/2017 15:28 -02

4 maneiras fáceis de ser mais criativo

"Os criativos parecem sempre olhar para o mundo e pensar: 'Não me importo se falta clareza ou se existem incertezas, isso me permite ter muitas ideias'."

filadendron via Getty Images
filadendron via Getty Images

Sua personalidade é criativa?

A chave para descobrir está nas características centrais da criatividade – pensamento divergente. Divergente significa "que se afasta; não paralelo" e "que tem opiniões, pontos de vista diferentes; discordante, oposto". Se você tem pensamento divergente, consegue olhar para problemas ou questões e gerar várias possíveis soluções ou respostas.

"Quando as pessoas são criativas elas tendem a usar esse tipo de pensamento divergente e começam o processo de solução do problema... elas conseguem pensar de maneira ampla, olhando para várias possibilidades, em vez de se prender na busca de uma resposta certa ou perfeita", disse ao HuffPost Austrália o professor David Cropley.

De fato, tendências criativas estão associadas às personalidades "abertas a novas experiências", um dos cinco grandes tipos de personalidade. Ser aberto a experiências significa buscar aventuras, ser curioso e ter ideias incomuns.

Essas pessoas também são imaginativas, independentes e priorizam a variedade de experiências, em vez de ordem ou rotina. Cropley diz que esses elementos formam parte de uma personalidade criativa e caracterizam um indivíduo capaz de lidar com incertezas.

Getty Images
As pessoas criativas são curiosas e buscam aventuras.

"As pessoas criativas também têm a capacidade de não desanimar diante de incertezas ou falta de clareza", diz Cropley.

"Os criativos parecem sempre olhar para o mundo e pensar: 'Não me importo se falta clareza ou se existem incertezas, isso me permite ter muitas ideias'", enquanto algumas pessoas consideram isso algo ruim e ficam paralisadas."

A criatividade é importante porque se trata de um dos fundamentos da inovação e do avanço. Ela também nos ajuda em nosso dia-a-dia e na adaptação aos desafios de um mundo que se transforma cada vez mais rapidamente.

Kelvin Murray
A criatividade é o fundamento da inovação.

"O pensamento divergente em si já é alguma coisa, mas quando você o usa para resolver um problema ou para se adaptar às mudanças da sua vida ... [ele é um] ingrediente vital para lidar com um mundo e que as mudanças são constantes", disse Cropley.

"[Pode ser] como chegar em casa se o metrô está parado ou inventar uma cura para o câncer. Todas essas coisas representam novos desafios."

Você não é busca aventuras e prefere ordem e rotina? Bem, não é um problema. Qualquer um pode aprender o pensamento divergente e tornar-se uma pessoa mais criativa. Cropley descreve a criatividade como um hábito, ou seja, ela pode melhorar com a prática.

Quatro maneiras fáceis de ser mais criativo

1. Experimente coisas novas

Buscar novas experiências vai fortalecer a sua capacidade de adaptação a novas situações, seja uma nova cidade para conhecer ou um novo projeto no trabalho. Quando você está procurando ativamente novas experiências, surgirão problemas que exigem pensamento divergente.

Cropley diz que abraçar a incerteza resultará em respostas mais criativas, e depois de algum tempo essa resposta se tornará natural.

"É basicamente um hábito e, como qualquer hábito, você pode trabalhar e melhorar ... [ele] se torna parte de sua rotina, então, permita-se experimentar coisas novas."

2. Questione suas suposições

Estamos falando de questionar o status quo.

"Quando você encontra uma nova situação e diz: 'sempre fazemos isso assim' -- pare e reflita. 'Por que é assim, por que sempre fazemos assim? Será que não existe um jeito melhor?' Não aceite as suposições pelo valor de face", disse Cropley.

3. Corra riscos (mas seja sensato)

Existem decisões que envolvem baixo risco, mas podem ajudar a impulsionar o pensamento criativo.

"Correr riscos é parte inerente da criatividade e ajuda a criar imunidade contra o medo."

Um exemplo pode ser fazer um caminho diferente para chegar em casa, mesmo que vá demorar um pouco mais. Isso ensina que correr pequenos riscos pode ser necessário para as novas experiências.

4. Aprenda a tolerar a incerteza

Tolerância a incertezas e ambiguidades é vital.

"Algumas pessoas não gostam de incerteza, outras não se incomodam e se jogam de cabeça", diz Cropley.

"Há momentos em que nos deparamos com uma situação e não sabemos o que fazer. Em vez de ficar paralisado e esperar que as coisas se resolvam, por que não abraçá-la, tentar alguma coisa?".

Cropley diz que simplesmente encorajar-se a ser criativo pode levar ao pensamento divergente.

"As pesquisas sobre criatividade mostram que simplesmente dizer: 'Quero que você seja criativo agora', tem um impacto na criatividade."

"É quase como dar permissão psicológica à pessoa para pensar que a criatividade pode aumentar a criatividade de forma positiva."

*Este texto foi originalmente publicado no HuffPost AU e traduzido do inglês.

Photo gallery
25 estantes criativas para guardar seus livros
See Gallery