NOTÍCIAS
12/12/2017 12:30 -02 | Atualizado 12/12/2017 15:12 -02

De Capitão América a Luke Skywalker: A onda de apoio das celebridades ao pequeno Keaton, vítima de bullying nos EUA

"Eles riem do meu nariz, dizem que sou feio, dizem que eu não tenho amigos.”

 "Se riem de você, não deixe que te incomodem. Seja forte. As coisas irão melhorar um dia."
Reprodução/Facebook
"Se riem de você, não deixe que te incomodem. Seja forte. As coisas irão melhorar um dia."

O vídeo que revela a dor de um menino de 11 anos, que sofre bullying na escola, desencadeou uma onda de solidariedade entre astros de Hollywood, estrelas da música e atletas dos Estados Unidos.

"Por que eles me incomodam?", pergunta Keaton Jones no início do vídeo publicado pela mãe do garoto, a pedido dele, no Facebook na última sexta-feira (8).

"Eles riem do meu nariz, dizem que sou feio, dizem que eu não tenho amigos", explica Keaton em meio às lágrimas. "Jogam leite em mim e colocam presunto dentro da minha roupa. Jogam pedaços de pão".

Na sequência, ele se pergunta: "De que serve? Por que vocês ficam felizes em ser malvados com pessoas inocentes?".

"Não gosto que façam isso comigo e não gosto que façam com outras pessoas, porque isso não está certo. As pessoas que são diferentes não precisam ser criticadas por isso, não é culpa delas", diz, entre soluços.

Apesar da aparência aflita, Keaton deixa uma mensagem no final do registro para quem também está sofrendo o mesmo tipo de violência. "Se riem de você, não deixe que te incomodem. Seja forte. As coisas irão melhorar um dia".

As palavras de Keaton viralizaram. Até esta segunda (12), o vídeo compartilhado por Kimberly Jones, mãe do garoto, já tinha sido assistido mais de 22 milhões de vezes.

No Twitter, inúmeras celebridades prestaram apoio ao menino.

Chris Evans, ator que interpreta o Capitão América, convidou o menino para a estreia do próximo filme dos Vingadores.

"Seja forte, Keaton. Juro que tudo vai melhorar. Enquanto esses vândalos em sua escola estão decidindo que tipo de pessoas querem ser neste mundo, você gostaria de vir com sua mãe para a estreia de 'Vingadores' em Los Angeles no próximo ano?"

Mark Hamill, o Luke Skywalker de Star Wars, também escreveu para Keaton.

"Keaton, não perca tempo se perguntando o motivo pelo qual fazem isso. São pessoas tristes que acham que prejudicar as outras as fará sentir bem porque não gostam de si mesmas."

O presidente do Ultimate Fighting Championship (UFC), Dana White, pediu ajuda de seus seguidores a fim de "levar Keaton para Las Vegas e visitar a sede do UFC".

"Conheçam Keaton Jones, um garoto muito inteligente que está sendo intimidado na escola. Este vídeo é doloroso! Eu quero trazer sKeaton para Vegas para conhecer a sede do UFC. Se alguém souber como posso encontrar a família, avise-me. Obrigado a todos."

Justin Bieber também se pronunciou sobre o vídeo em seu perfil pessoal no Instagram.

"O fato de ele ainda ter simpatia e compaixão por outras pessoas quando ele está passando por dificuldades ele mesmo é um testemunho de quem ele é. Ele é uma lenda", disse o cantor.

Artistas como Demi Lovato, Snopp Dog, Ricky Martin e Katy Perry também manifestaram apoio ao menino nas redes sociais. No Twitter, a hashtag #Keaton e #StandWithKeaton estavam entre os assuntos mais comentados nesta segunda.

"Isso partiu meu coração hoje. Seja gentil com o outro."

No Facebook, a mãe de Keaton agradeceu as mensagens de apoio e disse estar "honrada" pelo fato da voz de seu filho ter sido ouvida. "Amigos, amo vocês pelo que estão fazendo, porque não há como responder ou ler todas as mensagens", escreveu.