MULHERES
25/10/2017 14:33 -02 | Atualizado 25/10/2017 14:47 -02

Uma cena de 'O Outro Lado do Paraíso' mostra que existe estupro mesmo entre marido e mulher

Cena entre personagens de Bianca Bin e Sérgio Ginzé foi ao ar nesta terça-feira (24) e chocou o público da novela.

Reprodução/Globo
Bêbado e sem controle, o comportamento violento de Gael assusta Clara.

*Atenção: este texto contém relatos de cenas de estupro

A nova novela da Globo O Outro Lado do Paraíso mal começou e uma de suas cenas já repercutiu nas redes sociais. No capítulo exibido na última terça-feira (24), o público ficou chocado com a cena em que Gael (Sergio Guizé) estupra Clara (Bianca Bin) em plena noite de núpcias.

O casal de recém-casados estava viajando para comemorar a sua lua de mel. A cena começa com os dois em um barco, seguindo para uma casa onde deverão passar a noite de núpcias. Inicialmente, o clima entre os dois é bom. Ela está feliz e diz que o ama.

No entanto, tudo muda após Gael beber muitas garrafas de champagne e o que era para ser um momento de amor e carinho, se tornou um marco de violência entre eles. Bêbado e sem controle, o comportamento violento de Gael assusta Clara.

"Eu estou ficando com medo", disse a jovem, ao ser jogada semi nua na cama pelo parceiro. "Cala a boca", respondeu o homem muito agressivo. "Para, para, para", pedia Clara.

Apesar do desespero, Gael não respeita Clara e força a relação sexual. Nas redes sociais, o público repudiou o comportamento do personagem.

Na trama, a história de Clara e Gael começou de forma inesperada. Eles se conheceram no Jalapão e, apaixonados, casaram-se rapidamente. Ao longo da novela de Walcyr Carrasco possivelmente essas cenas de violência devem se repetir, já que Gael se mostrou bastante descontrolado e é um dos filhos da vilã da trama, Sophia (Marieta Severo).

Algumas pessoas ainda lembraram do gatilho é que mostrar uma cena forte de violência contra a mulher no horário nobre.

Outros apontaram que cenas de estupro ou violência contra a mulher são pouco discutidas ao serem exibida na televisão, diferente de uma cena de um beijo gay.

E outras mulheres lembraram que estupro dentro de um casamento acontece, sim:

E deixou bem claro que mesmo em um casamento, sim, é estupro:

"Se isso não for violência, é o que? Aqui mostra que pode existir estupro na constância do casamento", escreveu a promotora de justiça do Ministério Público de São Paulo, Gabriela Manssur, no Instagram.

De acordo com o Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), o número de estupros tentados ou consumados por ano no Brasil fica em torno de 527 mil. Porém, apenas 10% são informados à polícia.

Dados do Fórum Brasileiro de Segurança Pública divulgados em 2015 mostram que mulheres são violentadas a cada onze minutos no Brasil.

A cena da novela, ainda, reflete dados da pesquisa Estupro no Brasil, do mesmo instituto. De acordo com o estudo, 70% dos casos notificados foram cometidos por parentes, namorados ou amigos/conhecidos da vítima.