NOTÍCIAS
23/10/2017 10:05 -02 | Atualizado 23/10/2017 10:05 -02

Incêndio na Chapada dos Veadeiros continua fora de controle e atinge 35 mil hectares

Ambientalistas voluntários e moradores da região pedem doações nas redes sociais.

Incêndio na Chapada dos Veadeiros atinge 35 mil hectares.
Divulgação/ICMBio
Incêndio na Chapada dos Veadeiros atinge 35 mil hectares.

O incêndio que atinge o Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros já atingiu 35 mil hectares (14,6%), de acordo com o Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio). A situação continua crítica e "fora de controle", segundo o chefe da unidade, Fernando Tatagiba.

O fogo tem destruído a área no estado de Goiás desde a última terça-feira (17). Na semana passada, outro foco de incêndio destruiu cerca de 3 mil hectares. O Parque Nacional continua fechado à visitação.

Propriedades privadas também foram atingidas. O fogo atravessou a rodovia GO-239, que liga os municípios de Alto Paraíso e São Jorge, provocando problemas de visibilidade e colocando a vida dos motoristas em risco. Segundo o ICMBio, nem todos esses focos tiveram origem do incêndio no parque.

De acordo com o boletim do ICMBio deste domingo (22), as principais frentes de combate ao incêndio se localizam perto do Córrego dos Ingleses, onde, o incêndio teria ameaçado estruturas administrativas do parque e no Jardim de Maytreia, importante ponto turístico da região, se o fogo não tivesse sido combatido no local.

Ao todo, mais de 200 pessoas estão envolvidas na operação, conduzida pela Coordenação de Combate e Prevenção de Incêndios do ICMBio. Neste fim de semana, o combate foi reforçado com a chegada de mais brigadistas do Parque Nacional do Itatiaia (RJ), do Grupo Ambiental do Torto (GAT), da Estação Ecológica da Serra Geral (TO), bombeiros de Goiás e do Distrito Federal e por mais uma aeronave.

Divulgação/ICMBio
Incêndio no Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros atinge 35 mil hectares.

Ambientalistas voluntários e moradores da região se mobilizam para buscar ajuda. Na página do Facebook, um empreendimento em Alto Paraíso chamado Savana Veadeiros, pede doações de alimentos, combustível e materiais de combate para suprir as necessidades básicas dos brigadistas do ICMBio e IBAMA.

"Todo o comércio local foi prejudicado pelo fechamento do parque. (...) Estamos sendo intoxicados pela fumaça, nossas crianças choram de dor nos olhos e estão com muita tosse. Famílias perdendo suas casas e terras", diz o texto, que também menciona que a cidade já está com a água em racionamento.

A páginal Rede contra Fogo - Chapada dos Veadeiros também pediu ajuda de voluntários e divulgou imagens do incêndio.

Clima

As condições climáticas estão desfavoráveis para o combate, com vento forte, temperatura de 37 graus Celsius, sensação térmica de 41 graus e sem sinal de chuva.

Com limite de visitação diária de 500 pessoas, o Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros foi criado em 1961 e, em 2001, declarado Patrimônio Natural da Humanidade pela Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco).

Nos primeiros 27 dias de setembro, o sistema de monitoramento do Inpe (Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais) identificou 105 mil focos de incêndio, recorde desde que o instituto começou a monitorá-los, em 1998. Em setembro de 2016, foram 44 mil focos. A média para o mês é 55 mil.

O acumulado de janeiro a setembro também é o maior da série histórica, com 195 mil focos, 51% a mais que 2016.

Photo gallery
Incêndio atinge Museu da Língua Portuguesa em São Paulo
See Gallery