MULHERES
04/05/2017 14:41 -03 | Atualizado 04/05/2017 15:28 -03

O depoimento emocionante de Giovanna Ewbank sobre o processo de adoção de Titi

'Quando eu a abracei, foi como se estivéssemos nos reencontrando', compartilhou a atriz.

A maternidade pode ser vivida de diversas maneiras. Mas quando se trata do amor entre mães e filhos é díficil não se identificar.

No caso do depoimento de Giovanna Ewbank sobre a adoção da pequena Titi é díficil não se emocionar também. Pela primeira vez, a atriz falou com detalhes sobre o primeiro encontro com a pequen em entrevista a revista Marie Claire, cuja edição fez um especial sobre famílias e adoção.

No vídeo, ela conta que ao conhecer a menina em um abrigo para crianças no Malawi a sensação que teve foi a de estar reencontrando sua filha. Logo ela que, até então, sequer havia pensado na maternidade.

"Eu achava que ainda não estava preparada para ser mãe. E quando eu abracei a Titi naquele momento foi como se a gente estivesse se reencontrando. Foi como se Deus tivesse me mandando ali para reencontrar a minha filha", compartilha.

Veja o depoimento completo:

"É muito díficil explicar o que eu senti. Eu não tinha vontade até então de ter filhos, nem biológico nem adotivo. Eu achava que ainda não estava preparada para ser mãe. E quando eu abracei a Titi naquele momento foi como se a gente estivesse se reencontrando. Foi como se Deus tivesse me mandando ali para reencontrar a minha filha. E foi muito louco porque todo mundo que estava em volta sentiu a mesma coisa que eu naquele abraço. Dai em diante eu fiquei o dia inteiro com a minha filha no colo pensando como eu iria fazer para ir embora sem ela. Porque eu não podia ir embora sem ela. Eu encontrei a minha filha. Ela estava aqui esperando eu chegar. Eu lembro que sai do abrigo e liguei imediatamente para o Bruno e falei: 'Amor, eu não sei o que você acha disso, mas eu encontrei a minha filha e eu não vou sair daqui sem ela. Eu virei mãe sem querer ser mãe e achando que eu não estava preparada. Ser mãe é a melhor coisa do mundo e eu não fazia ideia do quão maravilhoso é poder ser mãe."

Casada com Bruno Gagliasso, ele conta que antes mesmo de conhecer Titi já se sentia pai. A companheira estava no país africano e enviava fotos e vídeos da garota para ele.

"Eu fui pra lá pai. Foi mais um reencontro com a minha filha, que sempre foi nossa e só estava esperando a gente chegar. Eu tenho um vídeo em que eu chamo Chissomo e ela vem correndo e me dá aquele abraço gostoso, como se isso já fizesse parte da nossa vida. É essa a história que eu vou contar para a minha filha, porque é uma história verdadeira", complementa Gagliasso.

Giovanna conheceu a filha em julho de 2015, quando visitou o país a convite do Domingão do Faustão. Depois disso, o casal fez várias viagens ao local para acertar os detalhes da adoção e todo o processo durou cerca de 1 ano e meio.

Hoje, a pequena já tem três anos e a família já ganhou até um fã clube nas redes sociais. Titi, é clcaro, surpreende a todos com suas fotos tão cheias de estilo e personalidade.

LEIA MAIS:

- Filha de Giovanna Ewbank e Bruno Gagliasso dá SHOW DE ESTILO no Instagram

- Giovanna Ewbank fala sobre adoção de garotinha do Malawi para a revista Glamour: 'O amor não tem endereço'

- Bruno Gagliasso e Giovanna Ewbank prestam queixa por racismo

Galeria de Fotos Bruno Gagliasso e Giovanna Ewbank Veja Fotos