COMPORTAMENTO
24/04/2017 11:17 -03 | Atualizado 25/04/2017 09:32 -03

O que ajudou Jennifer Aniston a encontrar 'paz total' após o divórcio com Brad Pitt

A ideia de viver o presente, para Aniston, foi uma saída mais efetiva do que livros de autoajuda.

Andrew Kelly / Reuters
Perguntada sobre qual foi a grande lição, passada a turbulência, Aniston disse que ela encontrou 

Um dos divórcios mais comentados dos últimos anos foi do casal "queridinho" de Hollywood, Jennifer Aniston e Brad Pitt. Casados por cinco anos, os atores se separaram em 2005. Logo depois, Pitt engatou um namoro com Angelina Jolie, com quem atuou em Sr. e Sra. Smith.

Passado um mês após o fim processo do divórcio - que, por muito tempo, foi o principal assunto dos tabloides internacionais -, Jennifer Aniston esteve no The Oprah Winfrey Show, programa da apresentadora Oprah Winfrey, para falar de sua vida de solteira.

Questionada sobre a grande lição de tudo o que passou nos últimos meses, Aniston afirmou que teve uma epifania durante uma sessão de ioga com uma amiga.

"Um dia, estava fazendo ioga com uma amiga e, quando terminamos, a gente ficou um tempo lá, se alongando. E eu olhei para ela e falei: 'Quer saber? Eu tenho que dizer: estou sentindo algo que eu não sei se eu já senti antes. E, nesse momento, não quero estar em outro lugar a não ser onde estou agora'", disse Aniston. E continuou:

Isso significa que não estava pensando em algo do passado, estava preocupada ou obcecada sobre o futuro. Aquilo foi um sentimento de paz total.

A ideia de viver o presente, acrescentou, foi uma saída mais efetiva do que livros de autoajuda que diversas pessoas deram a ela.

"Você pode lê-los e tentar internalizar isso, mas a verdade é que você se pergunta 'ok, e como eu faço isso?' e você se frustra porque não conseguiu se sentir bem", contou. "E um dia você está com sua amiga fazendo ioga e você chega lá: 'ah, agora eu sei!'."

Galeria de Fotos Famosas contra cultura do estupro e violência doméstica Veja Fotos