VOZES
20/03/2017 12:09 -03 | Atualizado 22/03/2017 15:24 -03

Sem entraves às doações em São Paulo

Todas as informações são divulgadas de forma transparente pela Prefeitura de São Paulo.

Sob Doria, Prefeitura de São Paulo recebeu doações de mais de 100 empresas.
Brazil Photo Press/CON via Getty Images
Sob Doria, Prefeitura de São Paulo recebeu doações de mais de 100 empresas.

Após pouco mais de um mês de gestão do PSDB à frente da administração municipal, mais de 100 empresas, segundo dados divulgados pelo prefeito João Doria em suas redes sociais, fizeram doações para diversos programas da prefeitura.

No total, mais de R$ 37 milhões já foram doados em produtos e serviços, representando uma ajuda fundamental para a feitura de ações e campanhas em prol da municipalidade e para a economia de recursos públicos.

Exemplos não faltam e cito alguns: dez carros e 20 motocicletas enviados por montadoras para o programa Marginal Segura, a reforma dos 16 banheiros (e manutenção deles pelos próximos quatro anos) e sete quadras do parque do Ibirapuera, os novos uniformes dos agentes da CET, a reforma e iluminação da ponte Estaiada, dez mil câmeras de segurança (a serem instaladas a partir de março), banheiros químicos e itens de higiene para moradores de rua.

No entanto, o claro benefício já encontra seus contestadores, que se apoiam em argumentos infundados para justificar tais críticas. Segundo eles, a prefeitura deveria realizar 'chamamentos públicos' para analisar qual proposta mostra-se mais 'vantajosa' para ela.

Mas afinal, qual o sentido de colocar obstáculos nas colaborações de empresas?

Gestão após gestão, sempre reclamou-se (muitas vezes com razão) das altas tributações e da má utilização do dinheiro arrecadado. Pois quando finalmente uma solução para o problema é viabilizada, soa um tanto egoísta reclamar dela.

Doações não são PPPs (parcerias público-privadas) para serem comparadas e julgadas como mais ou menos adequadas. Doação trata-se de uma modalidade livre, com poder de decisão unicamente das empresas e que serve de estímulo para que outras companhias sigam o exemplo das doadoras e também contribuam.

Foi assim no caso das motocicletas, onde empresas que se dispuseram a ajudar a prefeitura levaram seus concorrentes a fazer o mesmo.

A sublinhar: todas as doações são divulgadas de forma absolutamente transparente pela prefeitura e um site específico para reunir informações sobre elas está sendo finalizado.

Tanto nós munícipes quanto a cidade só temos a ganhar com as doações.

Buscar entraves a elas não é fazer oposição, é jogar contra a municipalidade.

LEIA MAIS:

- Afinal, João Doria pode privatizar o Bilhete Único?

- João Doria comanda bloco de limpeza do Carnaval de rua de São Paulo

*Este artigo é de autoria de colaboradores do HuffPost Brasil e não representa ideias ou opiniões do veículo. Mundialmente, o Huffington Post é um espaço que tem como objetivo ampliar vozes e garantir a pluralidade do debate sobre temas importantes para a agenda pública.

Photo galleryOs livros prediletos de João Doria (PSDB) See Gallery